Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Na mesma categoria, irmão de Daico, Francisco Figueiredo diz: 'Também quero ser campeão do UFC'

'Sniper', como é conhecido, luta neste sabado (30), em Las Vegas, nos Estados Unidos, contra o compatriota Daniel Lacerda

Aila Beatriz Inete

Irmão do campeão do peso-mosca do UFC Deiveson Figueiredo, Francisco “Sniper” Figueiredo volta ao octógono no próximo sábado (30) após perder para o canadense Malcolm Gordon, em julho do ano passado. O confronto será contra o brasileiro Daniel Lacerda, no UFC Vegas 53, em Las Vegas, nos Estados Unidos. 

VEJA MAIS

Paraense Deiveson Figueiredo deixa Moreno para trás e desafia Kai Kara-France para duelo no UFC
Lutador publicou nas redes sociais o interesse em lutar contra o neozelandês

Ministra Damares 'tieta' Deiveson Figueiredo, do UFC, durante visita ao Pará: 'Eu te amo'; video
Durante agenda em Belém, a Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos pediu que o paraense campeão do UFC a ensinasse a lutar para 'pegar os pedófilos e agressores de mulheres'

Em entrevista ao UFC Brasil, o paraense informou que teve ajuda de Deiveson Figueiredo nos treinamentos. Segundo Francisco, o que o irmão aprendeu com Henry Cejudo ele trouxe para Belém e foi aplicado nos treinos. 

"Agora estamos treinando de forma correta, com certeza. O Deiveson viajou e treinou muito com o Henry Cejudo e trouxe muita coisa para cá. Mudamos tudo e estamos implementando na nossa academia", revelou Sniper. 

Francisco ressaltou a admiração que tem pelo irmão e disse que o considera uma "lenda" do ultimate 

“Eu olho para ele e vejo isso. Sempre brincamos muito e crescemos juntos. Temos o mesmo tamanho, idade parecida, mas ele me batia quando éramos moleques. Agora, a gente 'se pega' nos treinos", brincou.

Francisco fará a terceira luta na organização contra Daniel Lacerda e o paraense espera um combate mais tranquilo. Além disso, o lutador disse que vai aproveitar a experiência para vencer o compatriota, que passou apenas duas vezes do primeiro round em um combate. 

"Eu vou usar isso a meu favor. Ele é explosivo, mas sempre nos primeiros minutos. O ritmo cai a partir do segundo round. Vou cozinhar um pouco no começo para quebrar o ritmo no primeiro assalto e acabar com a luta em seguida. É igual fazer uma prova, se você estudar, sabe que a chance de ir bem é maior", declarou. 

Na mesma categoria que Deiveson Figueiredo, o paraense ressaltou que apesar de o irmão ser o campeão da divisão, ele também quer chegar no topo. E afirmou que após vencer esta luta, já quer acertar outro combate para o meio do ano. 

“Quero vencer essa luta rápido e lutar de novo em junho. Sei que meu irmão é o atual campeão, mas também quero ser campeão do UFC e conversamos bastante sobre isso. Só que primeiro eu penso na próxima luta e em renovar meu contrato. Quanto mais eu lutar e vencer, mais rápido eu chego lá", pontuou Francisco. 

Evento

O UFC Vegas 53 ocorre neste sábado (30), no UFC Apex, em Las Vegas, nos Estados Unidos. A luta principal da noite será no peso-galo entre Rob Font e Marlon Vera

(Aila Beatriz Inete, estagiária, sob supervisão de Fábio Will, repórter do núcleo de Esportes)

 

Mais Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES