Joelhada ilegal decreta desqualificação do Paraense Voador diante de Diego Sanches

Michel Pereira dominava o adversário e faltando menos de dois minutos da vitória aconteceu o golpe que o desclassificou da luta

Redação Integrada com o Combate

Michel Pereira, 'Paraense Voador', dominava Diego Sanchez sem fugir totalmente de seu estilo, foi superior nos dois primeiros assaltos e no terceiro com uma vitória quase assegurada aplicou uma joelhada considerada ilegal pelo árbitro que decretou a desqualificação do lutador paraense que sofreu seu segundo revés consecutivo no UFC.

O lance aconteceu aos 3m09s do terceiro assalto. O americano Diego Sanchez alegou que não conseguia enxergar.

Michel, antes da luta, deu seu show particular dançando com mortais e coreografia ensaiada.

Luta

Mas a primeira pirueta da luta foi de Sanchez, porém, o paraense se esquivou. A partir daí, Michel se soltou. Um pisão frontal entrou limpo no rival. Depois um chute pulando na grade pegou na guarda, seguido de uma joelhada voadora. A torcida gritava "Diego", e o Paraense Voador pedia mais. Desta vez, Michel parecia dosar mais entre golpes contundentes e plásticos. Superior na luta, o paraense pouco se expôs nos cinco minutos iniciais.

Já n segundo assalto Michel era quem ditava o ritmo. Com a esquiva em dia, pouco era tocado. As joelhadas também entravam bem em Sanchez, que absorveu algumas. Uma bomba de direita tocou o rosto do americano, que passou a caminhar para a frente e era provocado pelo oponente. O Paraense Voador parecia apenas recuar, mas, ao chegar perto da grade, a utilizou para pegar impulso para um "superman punch" e encaixou uma boa combinação. Ainda deu tempo de Michel aplicar uma bonita queda nos segundos finais.

Michel voltou para o último assalto disposto a brincar mais. Nos primeiros segundos, ficou de lado e não olhou para o americano, que tentou atacá-lo e não conseguiu conectar nenhum golpe contundente. Entretanto, o brasileiro mais administrou o resultado do que foi para o ataque. O paraense controlava bem o confronto, mas quando Sanchez estava no chão, Michel conectou uma joelhada ilegal e o duelo foi interrompido. O americano alegou que não conseguia enxergar e decretou a desqualificação.

Polêmica

Diego Sanchez se levantou rapidamente e mostrou que gostaria de continuar na luta. O árbitro central então disse que ele teria o tempo que precisasse para se recuperar - a regra diz que são permitidos cinco minutos.

O norte-americano, que parecia estar recuperado, contudo, perguntou o que aconteceria se ele não voltasse. O mediador afirmou que iria desclassificar o brasileiro. Então, Sanchez afirmou que não estava enxergando e o árbitro decretou o seu triunfo.

Mais Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES