CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Hamilton encerra jejum de quase três anos na F1 e vence corrida 'maluca' no GP de Silverstone

Inglês superou os compatriotas em casa para vencer a primeira corrida desde 2021

Estadão Conteúdo
fonte

Uma conquista com sabor especial. Assim pode ser definida a vitória de Lewis Hamilton, que cruzou a linha de chegada em primeiro lugar neste domingo e venceu o GP da Inglaterra de Fórmula 1 no tradicional circuito de Silverstone. Mas o resultado carrega marcas importantes. Foi o seu nono triunfo em Silverstone (nenhum piloto ganhou tantas vezes em um mesmo circuito). Depois de 945 dias, ele voltou a subir no lugar mais alto do pódio, já que não vencia uma prova desde 2021, na Arábia Saudita.

Esta foi ainda a 104ª vez que o heptacampeão recebeu a bandeirada na condição de vencedor. Isso tudo em uma disputa onde aconteceu de tudo. Alternâncias de posições na briga pela liderança, estratégia de parada nos boxes e chuva.

VEJA MAIS 

image F1: Com dobradinha da Mercedes, Russell crava pole no GP de Silverstone; Max Verstappen larga de 4º
Piloto inglês foi o mais rápido e vai largar da frente em casa; Lewis Hamilton seguiu o companheiro e sai de segundo

image Verstappen e Norris batem no fim e vitória no GP da Áustria de F-1 cai 'no colo' de Russell
Corrida ficou marcada pela batida entre o tricampeão e o piloto da McLaren

image Caso Schumacher: pai e filho são acusados de chantagear família com fotos recentes do ex-piloto
Dois homens são acusados de chantagear a família de Michael Schumacher com fotos recentes do ex-piloto e seus familiares

Emocionado, Hamilton fez a festa da torcida inglesa, que vibrou bastante quando ele assumiu a ponta na volta 40 e resistiu à pressão até o final. Completando o pódio, o holandês da Red Bull Max Verstappen terminou em segundo seguido de Lando Norris, da McLaren, no terceiro posto.

Ao final da prova, ele pediu uma bandeira da Inglaterra para retribuir o carinho da torcida, que vibrou com o seu desempenho durante toda a disputa. Depois de chorar no carro, ele foi fazer a festa com os mecânicos da Mercedes.

A Fórmula 1 retorna ao calendário no dia 21 de julho para a disputa do P da Hungria, corrida válida pela 13ª etapa da temporada 2024.

Corrida 

Na largada, George Russell conseguiu manter a posição, mas contou com a ajuda de Lewis Hamilton, que saiu ao seu lado e assumiu o papel de escudeiro. Verstappen ganhou a posição de Lando Norris e logo conquistou a terceira posição.

Oscar Piastri em quinto, seguido de Carlos Sainz, Lance Stroll, Charles Leclerc, Nico Hulkenberg e Fernando Alonso completaram as dez primeiras posições neste início de corrida em Silverstone

O primeiro grande momento da corrida aconteceu na volta 15. O inglês Lando Norris diminuiu a diferença para Max Verstappen e fez a ultrapassagem para ser o terceiro colocado. A manobra fez a torcida vibrar na arquibancada de Silverstone.

A corrida ganhou emoção com a chuva que atingiu o circuito. Hamilton apertou o ritmo, passou Russell e assumiu a ponta. No entanto, por causa da pista escorregadia, os dois pilotos da Mercedes erraram o ponto e saíram da pista. Norris se aproveitou da situação e ocupou a vice-liderança. O primeiro lugar passou a ser questão de tempo e logo foi a vez de Hamilton ser superado.

A batalha, a partir daí, ficou restrita aos carros da Mercedes e da McLaren. Oscar Piastri também entrou na briga pelo pelotão de frente e deixou o heptacampeão do mundo para trás para ser o novo segundo colocado.

Longe da briga direta pelo primeiro posto em Silverstone, Max Verstappen foi para os boxes para colocar os pneus de chuva na volta 27. A estratégia foi seguida pela McLaren e também pela Mercedes. Com as paradas, o holandês herdou a terceira colocação

Com problemas no carro e sem repetir o desempenho do início da corrida, Russell foi para os boxes e abandonou a prova. A suspeita é de que um problema no sistema de água do carro tenha tirado o inglês da prova.

Com a pista secando novamente e Verstappen e Hamilton foram para os boxes a fim de trocar os pneus faltando pouco mais de 13 voltas para o final. Norris líder da prova também optou pela logo depois.

E no giro de número 40, Lewis Hamilton levou a torcida à loucura quando voltou a ocupar o primeiro lugar, à frente de Lando Norris e com Verstappen na terceira colocação. Piastri e Sainz fecharam os cinco primeiros lugares.

Depois de forte chuva, as voltas finais em Silverstone foram disputadas sob sol intenso. Hamilton usou a experiência. Verstappen forçou e buscou o segundo lugar ao deixar para trás Lando Norris, mas não conseguiu tirar a vitória do heptacampeão. 

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Mais Esportes
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES