Canadá, por causa do coronavírus, promete boicotar Tóquio-2020

Canadenses avisam que não participarão dos Jogos Olímpicos

Redação Integrada

A Olimpíada de Tóquio vive sob ameaça de desistência de países participantes em razão da pandemia do coronavírus.

 Na noite deste domingo (22), o Comitê Olímpico Internacional [COI]) deu um prazo de quatro semanas para definir se adiará ou não os Jogos.

O Comitê Olímpico do Canadá se antecipou e meio a um comunicado oficial, anunciou que não enviará atletas canadenses ao Japão, em razão dos riscos de infecção da Covid-19.

“O Comitê Olímpico Canadense (COC) e o Comitê Paralímpico do Canadá (CPC), apoiados pelas Comissões de Atletas, pelas Organizações Nacionais de Esportes e pelo Governo do Canadá, tomaram a difícil decisão de não enviar equipes canadenses para Jogos Olímpicos e Paralímpicos no verão de 2020”, diz o comunicado.

Este é o mais duro golpe sofrido pelo COI, comandado pelo alemão Thomas Bach, desde que a pandemia do coronavírus paralisou o esporte mundial.

Uma série de protestos de atletas, comitês olímpicos e entidades causou uma reunião por teleconferência de emergência neste domingo (22).

 Foi a primeira vez que o COI considerou a possibilidade de transferir os Jogos da data original, cuja abertura está marcada para 24 de julho

“Não se trata apenas da saúde do atleta – é da saúde pública. Com o Covid-19 e os riscos associados, não é seguro para nossos atletas, a saúde e a segurança de suas famílias e da comunidade canadense em geral para os atletas continuarem treinando para esses Jogos. De fato, isso contraria os conselhos de saúde pública que instamos todos os canadenses a seguir”, prosseguiu o comunicado.

Embora o comitê canadense tenha elogiado a postura do COI por reconhecer a necessidade de proteger a saúde dos atletas, a entidade entende que a saúde global agora é mais importante do que o esporte. “Continuamos esperançosos de que o COI e o IPC concordem com a decisão de adiar os Jogos como parte de nossa responsabilidade coletiva de proteger nossas comunidades e trabalhar para conter a propagação do vírus”, concluiu o comunicado.

A última vez que houve um boicote aos Jogos Olímpicos foi na edição de Seul-1988, protagonizado por Cuba, Coreia do Norte, Nicarágua e Etiópia.

Antes, o movimento olímpico viveu dois grandes boicotes, nos Jogos de Moscou -1980 e Los Angeles -1984.

Mais Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES