Tuna decreta luto pelo falecimento do ex-presidente Álvaro Rodrigues

Como dirigente, criou o departamento de futebol feminino da Lusa

Braz Chucre

O desporto paraense está de luto pelo falecimento de Álvaro Rodrigues à noite de segunda-feira (2). Emérito ligado às causas da Tuna, seu clube do coração, Rodrigues foi um dos percursores do futebol feminino no Estado nos anos de 1980, quando passou a ser regido pela FPF (Federação Paraense de Futebol).

Ainda que enfermo, vez por outra visitava a sede campestre da Tuna Luso. Foi presidente do clube nos anos de 2004/2005. Comandou a seleção paraense na célebre vitória sobre o Radar, time carioca de maior expressão no futebol feminino internacional com 71 jogos realizados e apenas duas derrotas. O jogo terminou 2 a 1 diante de cerca de 10 mil pessoas no Baenão em 1983.

O legado profissional e esportivo foi passado ao filho, João Rodrigues, atual presidente da Tuna que decretou luto de três dias no clube. Álvaro Augusto Rodrigues, empresário, falecido aos 87 anos, foi velado na capela mortuária da Max Domini e teve o corpo sepultado no cemitério de Santa Izabel.

 

 

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES