Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Saiba quanto a CBF pagará a Remo e Paysandu caso os clubes consigam o acesso à Série B

Dupla Re-Pa busca o tão sonhado acesso à Série B do campeonato Brasileiro

Fábio Will

A Série C do Campeonato Brasileiro chegou à metade da primeira fase, nove rodadas já foram disputadas e alguns clubes sonham com o acesso à Série B e outros lutam para fugir do rebaixamento. Antes regionalizada, a Terceirona 2022 abrange todo o país, com clubes de todas as regiões, porém, a competição reserva um valor tímido para quem conseguir o sonhado acesso à Série B.

VEJA MAIS

Com Remo e Paysandu, clubes pedem à CBF a utilização do VAR na primeira fase da Série C
Os clubes propuseram que o VAR seja usado nas duas últimas rodadas da competição. Presidente do Paysandu, Maurício Ettinger, confirmou o pedido dos clubes afirmou que a proposta está em análise

Série C chega na metade da primeira fase e Remo e Paysandu seguem superiores à 2020; entenda
Retrospecto da dupla Re x Pa em relação à edição de 2020 é ligeiramente superior à última vez que as duas forças disputaram juntos a competição

CBF libera grana e Remo e Paysandu receberão quase meio milhão de reais
Clubes que disputam a Série C estiveram reunidos com a cúpula da CBF e conversaram sobre aporte financeiro além de logística de viagens

Remo e Paysandu buscam a classificação para a segunda fase, para aí sim, tentar o acesso. Mas quem avançar à Série B, terá uma premiação modesta, frente às equipes que estão na Série A. O 16º do Brasileiro da Série A em 2021 recebeu 11 vezes mais que a premiação ofertada pela CBF ao quarteto que subirá à Série B em 2023.

Na atual temporada, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), divulgou uma premiação de R$ 1 milhão, dividida para os quatro clubes que conquistarem o acesso à Série B, com o campeão recebendo R$ 400 mil mais um carro, o segundo colocado R$ 300 mil mais um carro, terceiro lugar receberá R$ 200 mil e o quarto colocado R$ 100 mil.

Premiação na Série A

na Série A, o grande campeão do ano passado, o Atlético-MG, recebeu só de premiação da CBF o valor de R$ 33 milhões. Já o Cuiabá-MT, abocanhou R$ 11 milhões por ter ficado na 16ª posição, uma colocação acima dos quatro que caíram e não receberam nada.

Na Série B não existe premiação, porém, os clubes recebem uma cota em torno de R$ 8 milhões para poder disputar a competição. O campeão da Série B ganha a taça e a vaga na terceira fase da Copa do Brasil do ano seguinte, consequentemente leva a cota referente à fase na Copa do Brasil, que em 2022 foi de R$ 1,9 milhão.

Nesta semana, a CBF reuniu com os representantes dos clubes da Série C e decidiu liberar um aporte financeiro no valor de R$ 8 milhões, com casa clube recebendo R$ 400 mil, para ajudar na logística e despesas diárias das equipes durante a disputa do Brasileiro. 

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES