Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Na FPF, Ricardo Gluck Paul rebate ameaça de Paulo Romano: 'Se tiver bom senso, não vai recorrer'

Após ser derrotado, Romano disse que iria recorrer da decisão das urnas na Justiça.

Caio Maia

O presidente da Federação Paraense de Futebol (FPF), Ricardo Gluck Paul, comentou sobre a ameaça de Paulo Romano, adversário nas eleições para o comando da entidade, de uma possível judicialização do pleito. De acordo com o ex-mandatário do Paysandu, Romano não deve concretizar a promessa por "bom senso". 

VEJA MAIS

Presidente Ricardo Gluck Paul promete a criação de uma diretoria de ética e transparência na FPF
A informação foi divulgada pelo próprio dirigente em entrevista ao Núcleo de Esportes de O Liberal.

Eleição FPF: Ricardo Gluck Paul é eleito presidente da Federação Paraense de Futebol até 2025
Ex-presidente do Paysandu assume a entidade máxima do futebol paraense ao derrotar Paulo Romano nas urnas nesta quarta-feira (29)

Após derrota, Paulo Romano admite possibilidade de recorrer: 'Eleição irregular'
Candidato da situação fez críticas ao processo eleitoral

"Todo brasileiro pode ingressar na Justiça. Mas, sinceramente, até pela diferença de votos, uma judicialização das eleições agora seria esvaziada. Um dos pontos de mais discussão era a composição do colégio eleitoral, em que 48 filiados deixaram de votar. No entanto, vencemos eles por uma diferença maior do que essa. Acredito que pelo bom senso e pelo amor que ele diz que tem pelo futebol ele vai entender que a novela chegou ao fim", disse. 

Após ser derrotado nas eleições da FPF, Romano disse que iria recorrer da decisão das urnas na Justiça. Segundo o candidato, as eleições teriam sido irregulares.

"Eu sou do futebol, e é difícil se desvincular. Esta eleição foi muito turbulenta, ela teve muitos altos e baixos. Posso te dizer que foi uma eleição irregular, no sentido de que vários filiados que votaram não tinham legalidade para votar. Mas a gente respeita e vamos ver o que a gente pode fazer. [Sobre recorrer] Isso cabe ao nosso departamento jurídico", disse o candidato derrotado, Paulo Romano.

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES