CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Perto da aposentadoria? Messi revela: 'Acho que o Inter Miami será meu último clube'

O capitão da seleção argentina reconhece, porém, que não se sente preparado para pendurar as chuteiras

Agence France-Presse
fonte

Aos 36 anos, o argentino Lionel Messi disse que pensa em encerrar sua carreira no Inter Miami, clube dos Estados Unidos com o qual tem contrato até o final da temporada 2025 da MLS.

"Hoje, acho que [o Inter Miami] será meu último clube, sim", declarou Messi em entrevista à ESPN que será transmitida nesta quarta-feira (12).

Em outro trecho da entrevista, o capitão da seleção argentina que vai disputar a Copa América dos Estados Unidos reconhece que não se sente preparado para pendurar as chuteiras depois de duas décadas de uma vitoriosa carreira.

"Fiz isso durante toda a minha vida. Amo jogar bola. Aproveito nos treinos, no dia a dia, nos jogos. Dá um pouco de medo de que isso tudo acabe", admitiu.

VEJA MAIS

image Argentina divulga lista de convocados para amistosos antes da Copa América; confira
Com Messi, Seleção argentina disputará amistosos em junho, antes da disputa da Copa América

image Em entrevista, ex-Barcelona diz que prefere Neymar a Messi: 'Meu jogador favorito'
Jogador fez parte do time que tinha o trio MSN e atuou com o atacante brasileiro por quatro temporadas

image Ex-técnico do Real Madrid elogia Cristiano Ronaldo, mas afirma que jogador 'não é um gênio'
Treinador colocou nomes como Messi, Ronaldo Fenômeno e Pelé na prateleira dos geniais

Há um ano, Messi encerrou sua trajetória no futebol europeu, onde defendeu Barcelona e Paris Saint-Germain, para se transferir para o Inter Miami.

O argentino, que nunca jogou profissionalmente em um clube de seu país, disse meses atrás que tomou a decisão de ir para os Estados Unidos junto com sua família para poder continuar jogando sem sofrer muita pressão.

"Foi um passo difícil deixar a Europa e vir para cá", reconheceu Messi. "O fato de ter sido campeão do mundo [em 2022] ajudou muito a ver as coisas de outra maneira".

"Mas não penso nisso, procuro aproveitar. É por isso que aproveito tudo muito mais, porque tenho ciência de que falta cada vez menos e me divirto no clube com a sorte de ter companheiros e amigos ao meu lado", acrescentou.

"Eu me sinto muito bem na seleção, onde também tenho companheiros e amigos. Valorizo os pequenos detalhes que sei que vou sentir falta quando parar de jogar", concluiu.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Futebol
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES