Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Há sete anos, Remo vencia o Paysandu nos pênaltis na Copa Verde; saiba onde estão os personagens do jogo

Leão venceu o Paysandu no tempo normal por 2 a 0 e levou a melhor nas penalidades

Fabio Will

Há exatos sete anos, o Remo devolvia vencia o Paysandu pelo jogo de volta da semifinal da Copa Verde 2015 e passava pelo maior rival nas penalidades. Em uma partida emocionante, com golaço de Dadá e gol de atacante cria da base, o Remo devolveu o placar de 2 a 0 construído pelo Paysandu no primeiro jogo e levou a decisão para os pênaltis. Uma partida com alguns personagens que ficaram marcados pelas duas torcidas. Relembre onde eles estão.

VEJA MAIS

Atacante do Remo sobre novos reforços para a Série C do Brasileiro: 'Vamos crescer juntos'
A equipe azulina visita o Manaus, neste sábado (16), às 19h, na Arena da Amazônia, em jogo que não terá a presença de público, por uma punição a ser cumprida pelos donos da casa

Remo e Paysandu podem receber mais de R$ 1 milhão de patrocínio; Tuna e Castanhal serão contemplados
Patrocínio aos clubes é referente às disputas dos Brasileirões Séries C e D, com Tuna e Castanhal recebendo em torno de R$ 300 mil

ASSISTA

No dia 18 de abril de 2015, o Leão entrou em campo com a responsabilidade de vencer o Paysandu por no mínimo dois gols de diferença, pois na primeira partida, o clube bicolor havia vencido por 2 a 0. Mangueirão dividido, de um lado a confiança em mais um triunfo com um elenco que disputaria a Série B, do outro a esperança em um time tecnicamente limitado, na brigando por uma vaga na Série D. No final, o Remo fechou a conta em 2 a 0 e nos pênaltis 5 a 4 para o Leão, que teve alguns personagens neste jogo, assim como jogadores do Paysandu. Relembre momentos marcantes de cada um.

Dadá fez um golaço contra o Paysandu (Tarso Sarraf / O Liberal)

Remo

Dadá: Volante marcou um golaço, de muito longe e abrindo o placar para o Remo. Atualmente com 38 anos, Dadá joga futebol pelada em Belém e seu último clube foi o União Paraense.

Sílvio: Atacante cria da base azulina marcou o segundo gol do jogo, levando a partida para as penalidades. Hoje com 28 anos, o jogador defende as cores do Trem-AP.

Rony: Atacante Rony foi importante no jogo, deu bastante trabalho à defesa bicolor e por pouco não marcou. Rony hoje joga no Palmeiras e está com 26 anos.

Levy: Autor da última cobrança de pênalti, Levy, 33 anos, estava jogando o Parazão pelo Águia de Marabá e está sem clube.

Paysandu

Bruno Veiga: Autor de um dos gols no primeiro jogo, Bruno Veiga foi figura apagada no jogo de volta. Hoje aos 32 anos, Veiga está sem clube.

Emerson: Goleiro ídolo do Paysandu, porém, falhou ao espalmar para frente, o chute de Val Barreto, que ocasionou o segundo gol do Remo na partida. Aos 39 anos, Emerson está sem clube.

Radamés: Jogador ficou marcado pela narração de André Henning no gol de Dadá, além de sua ex-esposa, a atriz Viviane Araújo, estar presente no estádio. Atualmente está no Brasiliense-DF aos 36 anos.

Carlinhos Madureira: Meio-campista perdeu o pênalti pelo Paysandu, chutando na trave. Atualmente com 32 anos, Madureira joga pelo Estela do Norte-ES.

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES