Em Belém, Tapajós fecha parceria com Esmac e estuda mandar jogos do Parazão na Curuzu; veja mais

Informação foi dada pelo presidente do Boto, Sandeclei Monte; segundo ele, clube ainda procura um estádio para mandar as partidas do Parazão

Luiz Guilherme Ramos
fonte

Às vésperas da estreia no Parazão 2023, o Tapajós anunciou uma parceria importante para fortalecer o elenco, que entra em campo no próximo dia 21 de janeiro, contra a equipe do Cametá. Todo trabalho de pré-temporada, incluindo parte médica, exames clínicos, fisioterapia, parte muscular e transporte será oferecido pela Esmac, a nova parceira e patrocinadora do Boto. 

A novidade foi confirmada pelo presidente do clube, Sandeclei Monte. Em conversa com o Núcleo de Esportes de O Liberal, o dirigente informou que a parceria, considerada muito frutífera, vem em boa hora. 

"A Esmac disponibilizou para o nosso plantel a sua estrutura, que é muito bem equipada, devido ela ser uma universidade. Com isso poderemos fazer exames médicos, avaliações físicas e tudo o que for vinculado à saúde dos nossos atletas. Eles emprestaram até a van para o transporte dos atletas", explica. 

O dirigente informa ainda que o Tapajós terá sua contrapartida à universidade de Ananindeua.

SAIBA MAIS

image Tapajós apresenta reforços ao Parazão, entre eles adversário de Remo e Paysandu na Série C; veja
O time de Santarém faz sua estreia na elite estadual no próximo dia 21, contra o Cametá


image Tapajós anuncia goleiro campeão pelo Paysandu como reforço para o Parazão de 2023
De acordo com a diretoria do Boto, o acordo com o arqueiro vai até o final do torneio estadual.


image Em Santarém, Estádio Colosso do Tapajós terá capacidade para 23 mil torcedores; veja imagens
Estádio passa por reformas de adequação e ampliação; obras devem ser finalizadas em 2024


 

"Eles também cederam os alojamentos, mas não vamos usar. Por outro lado, o clube vai levar a marca deles na camisa, entre outras formas de divulgação da marca, durante a nossa passagem pelo Parazão. Outro ponto importante será a nossa ajuda na montagem do time que vai disputar o Parazão da segunda divisão. Vamos prestar apoio, indicar jogadores, ajudar na montagem do elenco deles"

Jogos do Parazão

Apesar da parceria, o Tapajós ainda tem pendências a resolver antes do início do Parazão. Sem estádio para mandar as partidas, o clube procura um local "para chamar de seu", devido a impossibilidade de jogar em casa. As obras no Barbalhão, que foram retomadas em 2021, ainda não foram concluídas. 

Por conta disso, algumas opções foram apresentadas, mas sem garantia de que serão aprovadas. "O Tapajós já apresentou o seu local de jogo para a FPF. No entanto, eles estão dificultando a liberação por conta da alta despesa para mandar os jogos lá no município. Enquanto isso, para não atrapalhar o planejamento do time, alugamos um CT em Benevides e ainda estudamos fazer os jogos em Belém", informa. 

Uma possibilidade é de que os jogos sejam mandados no estádio da Curuzu, conforme frisa o dirigente. "Nós vamos fazer a pré-temporada em Belém. Quanto aos jogos, estamos conversando com o Paysandu. As conversas estão bastante adiantadas", conclui. 

 

Futebol
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES