Em recuperação da covid-19, dirigente do Flamengo se pronuncia e realça: 'O quadro é seríssimo'

Maurício Gomes de Mattos, ainda internado em Brasília, compartilhou um vídeo para explicar como contraiu o novo coronavírus e deixar alertas à população; assista

LANCE!

Quando os primeiros casos do novo coronavírus ainda estavam sendo descobertos no Brasil, Maurício Gomes de Mattos, vice-presidente de embaixadas e consulados do Flamengo, testou positivo para a COVID-19. Naturalmente, a notícia causou receio e fez com que jogadores, dirigentes e funcionários, além de Zico, realizassem exames na última sexta-feira, no Ninho do Urubu - pois boa parte teve contato com Mattos.

Mas, felizmente, a doença não se propagou. Desde então, o vice-presidente do clube segue internado, em Brasília, para acelerar a recuperação. E, nesta quinta-feira, se pronunciou pela primeira vez e deixou importantes alertas.

- Eu quero alertar você: o quadro é seríssimo. Você não tem que estar em praia, em bar, em restaurante noturno. Você tem que estar em casa, protegendo o seu pai, sua avó, os mais velhos e a sociedade de um modo geral. Você não pode contribuir para que essa pandemia vá adiante. Conto com a condição de cada um de respeitar esse momento - falou, completando:

- É importantíssimo que você faça sua parte, eu estou fazendo a minha.

Na frase seguinte, externou que está prestes a deixar o Hospital Santa Luzia, localizado na Asa Sul da capital federal. No início do pronunciamento, via vídeo, ainda explicou como descobriu a contaminação, após viagem à Europa.

Confira o pronunciamento (e o vídeo) na íntegra:

Recentemente estive na Europa, no Barcelona, Real Madrid... A trabalho pelo nosso Flamengo. Na volta, senti um leve resfriado, busquei um hospital de referência na Barra da Tijuca, onde fui informado que eu estava bem, que eu não precisava fazer o teste de coronavírus, que eu seguisse vida normal. Assim eu fiz. Vim para Brasília, tive uma primeira reunião na escola Mão Amiga, uma escola de referência que precisa da sua ajuda. Depois disso, eu tive outras reuniões e me senti muito mal à noite. Vim para o hospital Santa Luzia e aqui fui recebido pelo doutor Guilherme Vila, pela doutora Beatriz e pelo doutor Frederico, os quais agradeço o tratamento dispensado até agora. Mas eu quero alertar você: o quadro é seríssimo. Você não tem que estar em praia, em bar, em restaurante noturno. Você tem que estar em casa, protegendo o seu pai, sua avó, os mais velhos e a sociedade de um modo geral. Você não pode contribuir para que essa pandemia vá adiante. Conto com a condição de cada um de respeitar esse momento. É importantíssimo que você faça sua parte, eu estou fazendo a minha, em breve vou ficar fora do hospital em quarentena. Saudações rubro-negras e que a gente tenha juízo nesse momento

Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES