Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Atletas paraenses são barrados de participar de competição em Portugal e cobram explicações

Equipe paraense conta que todos os brasileiros tiveram sua participação cancelada, mas sem comunicado oficial do campeonato

Lucas Costa

Atletas do judô paraense foram pegos de surpresa durante a viagem para participar da Taça Internacional Kiyoshi Kobayashi, em Portugal. Os judocas Rafael Ribeiro, Geraldo Costa, Paulo Victor e Luana Gouveia, todos do Instituto Federal do Pará (IFPA); descobriram que atletas brasileiros foram barrados de participar do torneio, mas só receberam a notícia quando já estavam no continente europeu.

Em conversa com a reportagem de O Liberal, Rafael Ribeiro contou que os atletas receberam a notícia do indeferimento de suas inscrições por terceiros, e então foram atrás de esclarecimentos com a organização do evento. Segundo Rafael, depois de muitos e-mails enviados, os atletas receberam apenas uma resposta simples, dizendo que a participação deles havia sido cancelada, sem explicar a motivação.

“Ficamos sabendo através de amigos e através de professores de amigos que os brasileiros não poderiam lutar na competição. Achávamos que eram para os brasileiros que moram aqui [em Portugal], mas acabou sendo para todos”, disse Rafael.

A equipe gravou um vídeo explicando a situação em Portugal:

A equipe paraense está em Lisboa desde terça-feira, 21, para treinar para o então torneio marcado para este sábado, 25. Rafael disse que desde a chegada, os atletas têm treinado em Sintra, onde foram muito bem recebidos. O torneio é realizado em Coimbra, e depois da notícia de que não poderiam participar, os atletas resolveram nem fazer a viagem.

Rafael diz que o sentimento é de frustração. Ele e equipe receberam patrocínio para viajar ao torneio, assim como apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel). A notícia sobre a proibição de participação de brasileiros no torneio pegou todos de surpresa, e acabou afetando até mesmo brasileiros que participaram da competição representando clubes portugueses.

Tanto o site quanto redes sociais da Federação Portuguesa de Judo, responsável pelo torneio, não fez nenhuma menção ao cancelamento da participação de brasileiros na competição, e tem feito a cobertura do evento de forma normal.

Rafael já lutou na mesma competição em 2016, e saiu campeão. Sobre o sentimento de frustração, ele destaca ainda que muitos atletas brasileiros tinham chance de medalha, visto que o esporte tem grande difusão no país. A equipe paraense segue em Portugal até a próxima quinta-feira, para continuar treinando para competições futuras. Rafael disse que os atletas já estão tomando providências quanto ao prejuízo causado pelo torneio.

Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES