CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Bolsa do Ensino Médio: veja como vai funcionar o novo benefício para estudantes

O novo programa, batizado como 'Pé de Meia', pretende garantir a permanência dos estudantes no Ensino Médio

Hannah Franco
fonte

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou, nesta quarta-feira (17), a lei que cria a bolsa permanência para alunos de baixa renda do Ensino Médio. O programa, batizado como Pé de Meia, prevê uma poupança e um auxílio financeiro mensal de incentivo para estudantes que atendem aos critérios sociais do benefício.

O Pé de Meia é uma política lançada para combater a evasão escolar durante o Ensino Médio. Entenda como irá funcionar.

VEJA MAIS

image Governo anuncia incentivo financeiro para estudantes do 3º ano do ensino médio participarem do Enem
Além do auxílio por três anos, haverá um valor adicional para a realização do Exame Nacional

image Lula sanciona lei de R$ 6 bilhões para incentivar permanência de estudantes no ensino médio
Despesas serão suportadas pelo superávit financeiro do fundo, mediante a abertura de crédito adicional

Como receber o auxílio do ensino médio?

Segundo o texto sancionado por Lula, para receber todas as parcelas da poupança, o estudante precisará atender a algumas exigências:

  • Ter uma frequência escolar mínima de 80% do total de horas letivas;
  • Matricular-se no início de cada ano letivo;
  • Ser aprovado no final do ano letivo;
  • Participar nos exames do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e, quando houver, de avaliação dos estados para o ensino médio;
  • Participar no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no último ano letivo do ensino médio público;
  • Participar no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), para os estudantes da EJA.

Como conseguir bolsa de estudo para ensino médio?

Para conseguir a bolsa de estudo, os estudantes de baixa renda devem estar regularmente matriculados no ensino médio das redes públicas, em todas as modalidades, e pertencentes a famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Tem prioridade aqueles com capital mensal igual ou inferior a R$ 218.

Jovens matriculados na Educação de Jovens e Adultos (EJA) de 19 a 24 anos também são aceitos no programa, desde que se enquadrem nos mesmos critérios já citados.

image Governo cria poupança para manter estudantes inscritos no CadÚnico no ensino médio
O governo federal editou a medida provisória que cria um programa de poupança para garantir que estudantes de ensino médio inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) permaneçam na escola e completem o ensino básico.

image Dívida do Fies poderá ser abatida com prestação de serviço público
A sugestão é uma alternativa a proposta original do Projeto de Lei (PL) 3652/2023, que propunha o perdão integral das dívidas de estudantes contemplados

Quanto o governo vai pagar para os alunos do ensino médio?

No publicado no Diário Oficial da União, os valores dos incentivos financeiros ainda não foram definidos. A lei diz que eles deverão ser estabelecidos e reavaliados pelo Poder Executivo periodicamente.

No entanto, no Congresso Nacional, ficou estabelecido que o governo pretende pagar R$ 200 mensais durante 10 meses, com os pagamentos iniciados após a efetivação da matrícula em cada ano letivo, e mais uma poupança de R$ 1.000 por ano até o 3º ano do Ensino Médio.

Ao todo seriam R$ 3.000 por ano, com as 10 parcelas de R$ 200 disponíveis para saque durante o ano letivo. Já o valor de R$ 1.000 depositado após a aprovação só poderia ser retirado com a conclusão do Ensino Médio.

Quando vai começar o bolsa aluno?

O ministro da Educação, Camilo Santana, afirmou que o pagamento aos alunos deve começar em março. Os repasses deverão ser feitos diariamente para a conta do estudante ao longo do ano letivo de 2024. No entanto, antes disso, o valor deverá ser estabelecido.

*(Hannah Franco, estagiária de jornalismo, sob supervisão de Heloá Canali, coordenadora de Oliberal.com)

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Economia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA