Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Beneficiários do Bolsa Família receberão o Auxílio Brasil automaticamente

Não será necessário recadastramento para ter direito ao benefício

O Liberal

O Auxílio Brasil, programa de renda que substituirá o Bolsa-Família, vai ser pago neste mês aos beneficiários do Bolsa Família, mas muitos beneficiários estão fazendo filas em frente aos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e da Central do CadÚnico, buscando realizar a atualização ou recadastramento, por receio de ficar sem receber o recurso. As informações são da Agência Belém.

A direção da Fundação Papa João XXIII esclarece que o próprio governo federal, por meio do Ministério da Cidadania, lançou a Portaria Nº 649, de 27 de julho de 2021, que suspende a necessidade de atualização do cadastro até 27 de janeiro de 2022.

Anúncio de mudança em programa de auxílio do governo federal provoca filas em Cras Usuários formaram filas em frente ao Cras do Guamá na madrugada desta segunda-feira.

Portanto, os beneficiários dos programas sociais não precisam realizar este procedimento por estarem amparados por esta portaria, mesmo que seu período esteja vencido. Além disso, as famílias que recebem o Bolsa Família receberão o Auxílio Brasil automaticamente, sem a necessidade de solicitar.

Na intenção de esclarecer toda e qualquer dúvida à população, para se evitar as longas e desnecessárias filas em todos os Cras e na Central do CadÚnico, a Funpapa disponiliza diariamente uma equipe de servidores que realiza a triagem entre as pessoas que aguardam atendimento, o que tem ajudado a diminuir o fluxo e orientar aquelas pessoas que não têm necessidade de buscar atendimento.

Aos que precisam efetivamente de acolhimento, a eles é garantido de acordo com a especificidade da demanda, sendo assegurado atendimento ou agendamento, uma vez que o atendimento do CadÚnico é individualizado e requer tempo para efetivação.

Além disso, foi solicitado o aumento no quantitativo de cadastradores disponíveis em cada Cras, para dar celeridade aos atendimentos. Os 12 Cras do município têm atendido cerca de 400 pessoas, diariamente, além da Central do CadÚnico, que realiza cerca de 600 atendimentos por dia.

Bora Belém

A procura por atendimento também ocorre em virtude do programa municipal de renda cidadã Bora Belém, que visa beneficiar às famílias em vulnerabilidade social, mas que ainda estão de fora de qualquer programa social.

As equipes técnicas têm intensificado as visitas e com isso já foram alcançadas 9 mil famílias. O objetivo da gestão do prefeito Edmilson Rosdrigues é chegar às 22 mil famílias até o final de 2024, garantindo dignidade a quem mais precisa neste momento.

Para as famílias que buscam o cadastramento para o Bora Belém, o atendimento segue normalmente, realizando as inclusões daqueles que atendem os critérios do programa.

Os usuários podem acessar informações por telefone ou email dos 12 Cras e da Central do CadÚnico para sanar dúvidas:

CRAS Aurá - crasaura@hotmail.com - 3235-5102 / 98568-2511

CRAS Icoaraci - crasicoaraci@hotmail.com - 98205-4043

CRAS Barreiro - crasbarreirobelem@gmail.com - 98568-7529

CRAS Jurunas - crasjurunas@yahoo.com.br - 98568-3941

CRAS Bengui - crasbengui@hotmail.com - 98568-7723

CRAS Mosqueiro - crasmosqueiro@gmail.com - 3771-5988

CRAS Cremação - crascremacao@yahoo.com.br - 98568-2630

CRAS Outeiro - crasouteiro@hotmail.com - 98568-2719

CRAS Guamá - crasguama@outlook.com - 3219-1214

CRAS Pedreira - craspedreira@gmail.com - 98864-8421

CRAS Terra Firme - crasterrafirme@yahoo.com.br - 98425-9973

CRAS Tapanã - crastapana@gmail.com - 98568-3419

CADÚNICO - centraldocadastrounico@gmail.com - 98421-7529 / 98431-4824 / 3279-5427

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA