Ana Maria Braga alfineta Bolsonaro ao vivo: ‘País de marica porque é um país de guerreiros’

Ao som de “Alma Feminina” a apresentadora enaltece as características femininas, o que confronta o uso da palavra.

Redação Integrada com informações do UOL

Ana Maria Braga abriu o programa “Mais Você” desta quarta-feira (11), ao som de “Alma Feminina”, de Daniela Mercury, e rebateu a fala do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que disse que o Brasil tem que deixar de ser "um país de maricas" ao se referir às perdas da covid-19.

"Com essas palavras de Daniela Mercury, eu dou bom dia a todos. Ao país de maricas porque é um país de homens e mulheres guerreiros", iniciou.

O termo é usado de forma homofóbica para insinuar uma falta de coragem. A letra da música citada pela apresentadora enaltece as características femininas, o que confronta o uso da palavra.

 "Não custa lembrar que é um país que já perdeu 162 mil almas brasileiras por causa do coronavírus. Um bom dia para você com fé. Fé de brasileiro", completou sem citar o nome do presidente.

Os internautas usaram as redes sociais para comentar a postura da apresentadora durante o programa. Um seguidor disse que Ana “jantou” o presidente, usando uma expressão da internet quando alguém tem razão e ganha a discussão. Outros que não concordam com a atual gestão comemoram a alfinetada. 

 

 

Televisão
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM TELEVISÃO

MAIS LIDAS EM CULTURA