Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Bruaca e Marruá: Saiba o significado de alguns termos usados na novela 'Pantanal'

Algumas expressões idiomáticas usadas na região central do Brasil são usadas na novela e podem confundir o telespectador. Saiba o significado de algumas delas e não fique perdido

Gabriel Mansur

A novela Pantanal traz diversos elementos da região central do Brasil. A paisagem, os costumes, e também, os dizeres. São várias expressões regionais que podem acabar confundindo os telespectadores. Para não ficar perdido, confira o significado de algumas expressões usadas na novela. As informações são do Observatório da TV.

VEJA MAIS

Gaby Amarantos em 'Stranger Things'? Entenda suposta foto em que paraense aparece na série
Semelhança da cantora paraense com atriz da nova temporada da série chama a atenção dos internautas

Escritora paraense Monique Malcher é convidada para falar de literatura nos Estados Unidos
Já tem alguns dias que a escritora vem fazendo mistério nas redes sociais sobre o convite

Veja as expressões diferentes de 'Pantanal' e seus significados

  • Boca de Sapo: Boca de Sapo é o nome popular de uma cobra da região, que tem uma boca que lembra o anfíbio. A cobra é venenosa e apesar de ser confundida com a sucuri, é uma jararaca pintada. Foi essa cobra que picou Jove (Jesuíta Barbosa), que foi salvo pelo Velho do Rio (Osmar Prado).
  • Cramulhão: é um sinônimo de Diabo. Algumas pessoas fazem pactos com o Cramulhão, como é o caso de Trinadade (Gabriel Sater), que afirma que sua viola é encantada. 
  • Currutela: currutela é o mesmo que bordel ou casa de prostitutas. A expressão foi usada por Filó (Dira Paes), que não esconde de ninguém ter vindo de uma currutela.
  • Bruaca: bruaca é um termo usado para denominar uma mulher considerada feia. Tenôrio (Murilo Benício) chama assim a sua esposa, Maria (Isabel Teixeira), que em breve vai abolir o termo pejorativo de sua vida. 
  • Marruá: o termo que se tornou sobrenome de Maria e Juma se dá pelo fato das duas serem selvagens e solitárias. Marruá é como um boi dificil de domar, de temperamento forte, é chamado na região. 
  • Flozô: é um termo pejorativo usado para chamar homossexuais. É assim que alguns personagens chamam Jove, pelos comportamentos urbanos do jovem. O termo lembra "flor" ou "florzinha". 

(Estagiário Gabriel Mansur, sob supervisão do editor executivo de OLiberal.com, Carlos Fellip)

Novela
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA