Psica Drops chega a 3ª edição para gerar renda aos artistas locais

Os convidados serão DJ Meury, Cobra Venenosa, Sumano e as Themônias do Coletivo Noite Suja.

Vito Gemaque

A terceira edição do Psica Drops em Casa chega hoje para trazer novas apresentações de artistas locais por uma live para o público em casa que pode contribuir com a remuneração dos artistas com doações. Neste sábado (11), a partir das 18h, os convidados serão DJ Meury, Cobra Venenosa, Sumano e as Themônias do coletivo Noite Suja direto pelo canal da Psica Produções pelo Youtube (www.youtube.com/tvpsica).

O grupo de carimbó Cobra Venenosa se apresentará direto da Bahia com a vocalista Priscila Duque, e os músicos Igor Sena e Claudinha Rosa. O grupo completou quatro anos de atividade de muitas mudanças e fortalecimento do trabalho. No ano passado, o Cobra Venenosa lançou o primeiro disco físico somente com músicas autorais de Priscila Duque, Hugo Caetano, mestre Lourival Igarapé, Renato Caranã e a participação de outros mestres. O grupo estava fazendo uma turnê pelo sul da Bahia quando a pandemia do novo coronavírus os obrigou a ficarem estabelecidos dentro da

 “Estamos distantes do palco um tempo interrompemos uma turnê e isso trouxe certas tristezas e frustrações. Eu passei um período trabalhando muito na produção em edital, submetendo aos processos para garantir as rendas emergenciais, vários editais nesta perspectiva da iniciativa pública e privada. Quando o Jeft nos convidou foi uma alegria porque voltar a ter esse contato mesmo que via internet com o público já é em si razão de felicidade, a gente se alimenta do público, da vivência, da interação, deste contato, para saber do nosso trabalho da nossa forma estética e sonora”, afirmou Priscila.

Para o grupo participar do Psica Drops é um momento importante para se aproximar novamente com o público. “Quando recebemos o convite da Psica Produções foi estimulante porque tem uma saudade grande do público, uma saudade gigante da roda de carimbó, daquela roda aglomerada do calor humano, da brea, da roda onde o corpo extravasa toda a sua força”, destaca a vocalista.

O rapper Sumano que canta nos seus raps temas como questões raciais e camponesas pretende levar com o Psica Drops sua mensagem para mais pessoas. A distância do local onde mora e impossibilidade de realizar shows gerou dificuldades para Sumano ser mais conhecido. “Eu estou vivendo um momento de ascensão na cena do rap Pará, e diria no rap nortista.  Por não ter condições ainda de lançar mais músicas nas plataformas digitais esse espaço vem se consolidando através dos shows. Então, como moro distante do público que consome rap e a COVID ainda se faz presente, a melhor forma de chegar nas pessoas com minha arte é através de live. E o Psica Drops alcança um grande número desses indivíduos. Logo, o Psica Drops tem uma importância imensurável”, declara.

Nesta live de hoje ele pretende dividir o repertório em dois momentos. “No primeiro com músicas que demarcam minha origem e expressam um pouco mais da cultura regional. E no segundo mais voltados para denúncia e exaltação da comunidade negra”, adianta. Além de MC, Sumano é estudante e não possui emprego, por isso a renda que o Psica Drops trará será muito importante também.  

A pandemia do novo coronavírus atingiu fortemente o setor cultural. Os artistas e profissionais que dependem diretamente de plateias e aglomerações em espaços fechados para ter renda entraram em uma crise profunda, que já se arrastava devido os cortes orçamentários e falta de políticas públicas. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 44% dos trabalhadores da cultura atuam de forma autônoma e sem renda fixa, e por essa razão a Psica Produções, criou meios de gerar recursos para artistas e produtores locais através do evento online Psica Drops em Casa.

“Está sendo muito bacana porque nós estamos conseguindo movimentar a marca do Psica. Manter ela ativa e ao mesmo tempo, conseguimos criar alternativa de renda para o artista. Com a TV Psica, a gente discutiu muitos projetos e serviu de base para projetos futuros. A gente teve duas edições do Psica Drops em Casa. Uma com a Nick Dias e o Zek Picoteiro e outra com o Jeff Moraes, Daniel ADR e Bambata Brothers. Essas duas edições conseguimos remunerar todos os artistas envolvidos. Ainda estamos no caminho de remunerar os produtores envolvidos. O foco do Psica Drops são os artistas e isso estamos conseguindo fazer, além de entregar um produto bacana para as pessoas dentro de casa com lives de qualidade bem feitas, eu estou satisfeito com os resultados”, explica o produtor do Psica Produções Jeft Dias.

Psica Drops em Casa #3

Quando? Hoje, 11/07

Onde? www.youtube.com/TVPsica

Doações? https://linktr.ee/psicaproducoes

Música
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA