Projeto Videoclipers chega a Belém em percurso de 16 cidades

Couple of Things gravará videoclipes de músicas inéditas de Felipe Cordeiro e Dona Onete

Vito Gemaque

A bagagem do casal Diana Boccara e Leo Longo com a experiência cultural de 80 videoclipes gravados com bandas em 22 países diferentes se unirá aos ritmos paraenses de Dona Onete e Felipe Cordeiro para a criação de duas músicas inéditas. O casal conhecido como Couple of Things especializado em gravar clipes de bandas e compositores autorais chega a Belém neste sábado para gravar dois videoclipes para os artistas paraenses. No novo projeto Videoclipers o casal passará por 16 capitais brasileiras gravando com bandas e artistas a custo zero.

“Primeiro a gente tem que gostar da música deles. Já conhecíamos o trabalho da Dona Onete no começo deste ano, e do Felipe também. Eles são dois artistas do Pará que pensamos o projeto por gostarmos da música deles e por representarem muito bem a nossa visão, tem alguma coisa característica da região, nos identificamos com a história deles, como artistas que são, e pelo modo como divulgam e trabalham a música”, explica Diana.

Dona Onete e Felipe Cordeiro já escolheram as músicas que terão o clipe produzido pelo casal. Ambos escolheram músicas inéditas que devem ser lançadas em 2019. Os clipes são todos filmados em plano sequência para diminuir os custos e o tempo de produção. A primeira etapa do roteiro de Diana e Leo incluem Recife, por onde já passaram, Goiânia, Belo Horizonte, São Paulo e Porto Alegre. Na capital pernambucana eles gravaram com Alceu Valença e Barro.

A primeira aventura do casal se dedicando exclusivamente à gravação de clipes foi há dois anos quando criou o projeto  Around The World in 80 Music Videos (A volta ao mundo em 80 videoclipes). Ambos viajaram por 22 países durante 18 meses filmando com grandes nomes da música como Molotov no México, Cairokee no Egito, Ben l'Oncle Soul na França, Monsieur Perinè na Colômbia e Pato Fu no Brasil.

Para concretizar o sonho o casal vendeu tudo o que tinha, incluindo apartamento, carro e móveis, resumindo a vida a duas malas de viagem para cada. O projeto que não tinha financiamento de patrocinadores no início contou muito com a colaboração dos artistas e outros profissionais para fazer o material. O resultado final acabou virando uma série exibida pelos canais por assinatura Multishow e BIS e também pode ser visto no canal Couple of Things.

Para Leo Longo, a música feita no Pará realmente tem uma identidade própria. “É tão legal a regionalização da música do Brasil. Você fala que é música brasileira, mas antes disso fala que é música paraense, é ver de fato esta identidade”, afirma.

A série Videoclipers estreia no dia 27 de fevereiro com clipe de Alceu Valença. Os artistas paraenses terão divulgados os clipes e os episódios com making of nos dias 13 e 20 de março de 2019. “É absurdamente enriquecedor culturalmente tanto como experiência de vida, quanto como experiência profissional. Em cada novo videoclipe encontramos com um novo artista que traz uma bagagem com ele, de vivência de vida e criativa”, declara.

Música
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA