Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Liège comemora presença na lista APCA com o primeiro álbum

A cantora paraense divide a lista ao lado de artistas como Caetano Veloso, Baiana System, Liniker. Marina Sena, Duda Beat e entre outros

Bruna Lima

A produção musical paraense continua marcando presença em espaços importantes e que dão credibilidade à cena. E quem está comemorando com mais uma conquista é a cantora Liège, que está na lista dos 50 melhores álbuns de 2021 elaborada pela Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA) ao lado de artistas como Caetano Veloso, Baiana System, Liniker. Marina Sena, Duda Beat e entre outros.

Liège estreou na lista com o primeiro álbum da carreira lançado no último mês de junho. O disco "Ecdise" foi feito em quase três anos entre Belém e São Paulo, capital e Campinas, no estúdio do DJ Duh (produtor musical de nomes como Emicida, Ivete Sangalo, Arnaldo Antunes) e teve patrocínio do Edital Natura Musical por meio da Lei Semear do Governo do Estado do Pará e Fundação Cultural do Pará.

"Eu estudei muito os ritmos que queria aliar aos beats eletrônicos, sem perder minha conexão com a minha ancestralidade afro amazônida.É um disco de música popular brasileira contemporânea que flerta com a world music e o pop", explica a paraense. 

O termo Ecdise é o processo biológico que passam vários seres vivos, que trocam sua pele por inteiro, para que possam crescer. "E foi como me senti ao construir esse trabalho. Mudei, voltei a buscar minha história de vida, minha ancestralidade e troquei minha pele para que eu pudesse crescer artisticamente e pessoalmente", completa Liège, que atualmente mora em São Paulo.

Ela disse que ficou sabendo da lista por meio de um site de música que lhe marcou no Instagram. "Foi uma surpresa maravilhosa. Eu sonhei muito com o momento em que teria meu primeiro álbum e lançá-lo em 2021 e tê-lo entre os 50 melhores álbuns brasileiros de 2021, eleito pela APCA é mais do que eu planejei. É uma honra imensa, sobretudo por ter sido ouvida por críticos que eu admiro do jornalismo musical e estar ao lado de outros grandes discos, de ídolos meus", destaca a artista.

Os indicados foram selecionados pelo júri formado pelos jornalistas Adriana de Barros (editora do site da TV Cultura e colunista do Portal Terra), Alexandre Matias (Trabalho Sujo), José Norberto Flesch (youtube.com/JoseNorbertoFlesch), Marcelo Costa (Scream & Yell), Pedro Antunes (Tem um Gato na Minha Vitrola) e Roberta Martinelli (Rádio Eldorado e TV Cultura).

Os jurados de Música se reunirão novamente em Janeiro de 2022 para debater a pré-lista dos demais prêmios, como Artista do Ano e Revelação, entre outros. A APCA irá se reunir no final de janeiro de 2022 para escolher os melhores de 2021 em 10 categorias.

A data da cerimônia de Premiação referente aos Melhores de 2021 ainda será marcada, devendo ocorrer no primeiro trimestre de 2022, em formato a ser definido. 

Paraense, Liège é uma das novas vozes da MPB contemporânea. Com uma sonoridade marcada pelas batidas eletrônicas e ritmos afro amazônicos. A música de Liège é dançante e envolvente. Suas composições são plurais, variando de temas como a leveza do amor, a liberdade pessoal, entre outros. A artista, que já se apresentou nos Estados Unidos e em importantes palcos da cena autoral brasileira - Festival Se Rasgum (PA), Casa do Mancha (SP) e Circuito SESC de Cultura (SP).

 

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA