Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Johnny Hooker faz show em Belém na Bienal de Artes nesta sexta-feira

O artista destaca a parceria e influência da cantora Gaby Amarantos

Emanuele Corrêa

A primeira Bienal de Artes de Belém continua com programações em 28 espaços da capital até o domingo, 25. Hoje, 23, a programação musical reúne artistas da terra e a participação especial de Johnny Hooker cantando seu repertório na Aldeia Cabana, na avenida Pedro Miranda. Além de cantor, o artista é compositor, ator e roteirista. Os álbuns "Eu Vou Fazer Uma Macumba Pra Te Amarrar, Maldito"; "Coração" e "Flutua" reúnem seus principais sucessos.

VEJA MAIS

Dada a Largada para a I Bienal das Artes de Belém
A programação vai até o próximo dia 25 com rodas de conversas, festival de música, apresentações de teatro e dança, entre outras atividades

Simone comemora recepção do público de Belém após show: ‘A gente se tornou um’
Cantora baiana foi a principal atração da primeira noite de Bienal das Artes na Aldeia Cabana

Bienal das Artes expõe obras de grandes nomes da fotografia paraense contemporânea
Elza Lima, Guy Veloso, Luiz Braga, Miguel Chikaoka, Octávio Cardoso, Paula Sampaio e Walda Marques fazem parte.

O artista se diz feliz por voltar a Belém e destaca a amizade e parceria musical com a cantora paraense, Gaby Amarantos. A expectativa é alta para o show desta noite, que começa às 22h. "A expectativa para o show de Belém é a melhor possível, porque fazem quatro anos que a gente não faz show na cidade. Teve uma pandemia aí no meio, né? Que foi muito difícil. É uma cidade pela qual eu tenho um carinho enorme, tenho muitos amigos de vida, como Gaby, Fafá que sempre me apresentaram tudo, absorver um pouco dessa cidade maravilhosa, cheia de cultura", disse.

Sobre cantar na programação da Bienal, Johnny está honrado com o convite e destaca a importância de valorizar a cultura e a pluralidade presente. "Eu acho que é um evento que valoriza e promove a arte e a cultura da cidade e também do Brasil. Toda a diversidade da cultura do Brasil. E o repertório vai ser uma um grande apanhado de sucesso, intercalados por algumas músicas do novo disco. Apresentar um pouco do novo disco ao público. Vai ser maravilhoso, uma festa do começo ao fim, é o que eu espero", pontuou.

"Tanto arte, como a cultura, a educação, são coisas que são interligadas. Eu acho que no momento que a gente tá, quanto mais cultura, quanto mais arte, quanto mais educação para o povo, e é nesse formato, um evento acessível, de graça, com várias atividades culturais espalhadas pela cidade. Temos que investir nisso, porque investir em cultura também é investir em educação, no futuro das nossas cidades, do nosso país", complementou.

Questionado sobre qual música não pode faltar no repertório deste show, Hooker destacou o seu repertório mais famoso e, também, a música em parceria com a cantora Gaby Amarantos, "Corpo fechado". "Eu acho que a música aqui não pode faltar no repertório sempre é a minha parceria com Gaby né? Que enfim, vem da influência toda que eu recebi do trabalho dela e por consequência da influência que recebi da cultura da arte que existe em Belém. Não podem faltar os sucessos, as músicas que a galera gosta mais, porque é um momento de celebração. Estamos na esquina da possibilidade de mudança nesse país, é muito importante que a gente esteja junto. A única maneira possível de construir as coisas, é o caminho coletivo", finalizou.

Serviço

Evento: Johnny Hooker na Bienal de Artes de Belém

Data: sexta-feira, 23

Horário: 22h

Local: Aldeia Cabana, localizada na avenida Pedro Miranda.

Mais informações: acessar a programação completa aqui.

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA