Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Inscrições para o edital Natura Musical encerram na sexta-feira (09)

O objetivo do projeto é conectar artistas e bandas que já possuem reconhecimento de crítica e público no Brasil

Thainá Dias

Desde 2005, o projeto Natura Musical já investiu mais de R$180 milhões de reais em artistas e projetos no Brasil e este ano, não será diferente, estão abertas as inscrições de editais para mais uma edição. Desta vez, a plataforma cultural traz como novidade a criação da categoria Música Brasileira na América Latina. No total, serão disponibilizados 6 milhões de reais. Os interessados devem inscrever seus projetos musicais pelo site edital2022.naturamusical.art.br até a próxima sexta-feira (09).

O objetivo do projeto, desde o início, é conectar artistas e bandas, que já possuem reconhecimento de crítica, público e mercado no Brasil. Agora com a categoria “Música Brasileira na América Latina”, válida apenas no edital nacional, a plataforma busca ampliar ainda mais as conexões. O projeto já beneficiou artistas como Linn da Quebrada, Emicida, Letrux e Tuyo.

Segundo a responsável pelas estratégias do projeto, a head of Global Cultural Branding, Fernanda Paiva, “esse ano, estamos avançando mais um passo no nosso compromisso de valorização da música brasileira. Acompanhando a expansão da marca para novos territórios, queremos expandir e renovar a nossa rede de artistas que projetam a nossa cultura para outros lugares. Além disso, continuaremos fomentando a pluralidade do que está sendo produzido artisticamente por aqui e vamos intencionalmente incentivar as experiências ao vivo, sejam turnês, programações, festivais, tão importantes para movimentar a economia da cultura e formar e expandir plateias”, explicou.

Fernanda ressalta ainda que, “há 17 anos a Natura valoriza a música brasileira, em um grande legado com a identidade do nosso som. Mas também tem um papel social de articular um mercado, de desenvolvimento regional e pertencimento a cultura brasileira. Principalmente nesse período em que tivemos que estar isolados, podemos observar que a arte e cultura foram grandes aliadas na construção de saúde mental, de acolhimento, mesmo que de forma remota. E temos percebido uma grande busca da sociedade por um reencontro com essa arte. Isso é fantástico”, concluiu Fernanda.

Existe um grupo de curadores formadas por jornalistas musicais, empreendedores, artistas, produtores e profissionais de diferentes origens e trajetórias no mercado musical, que irão avaliar os projetos inscritos, analisando tanto individualmente quanto coletivamente com base nos critérios de relevância musical. A partir da autenticidade de suas linguagens, das narrativas e do impacto na cena.

Para a edição 2022, será disponibilizado, no total, R$ 6 milhões, sendo R$ 2 milhões para projetos em âmbito nacional e de conexões com outros países, R$ 1 milhão para Minas Gerais (via Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais – LEIC), R$ 1 milhão para Bahia (via Lei FazCultura), R$ 1 milhão para o Pará (via Lei Semear) e R$ 1 milhão para o Rio Grande do Sul (via Lei Pró-Cultura). 

 

 

 

 

 

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA