Famosos do Pará e outros Estados são eleitos para cargos públicos

Bob Fllay, comediante muito popular na internet, foi o segundo mais votado em Ananindeua

Redação Integrada

Como geralmente ocorre nas eleições, pessoas usam de sua popularidade em outros meios para concorrer a cargos públicos, e nas eleições municipais de 2020, não foi diferente. Confira alguns famosos que se elegeram ao cargo de vereador e suplentes, tanto no Pará como em outros estados do Brasil.

Bob Fllay

Famoso por seu humor regional na internet, Bob Fllay foi eleito para a Câmara Municipal de Ananindeua pelo PDT, sendo o segundo mais votado, com 4.798 votos. 

"'Ai, o Bob fazendo deboche nos stories'. Tô mesmo, deboche de quem gastou milhões e de quem comprou voto! Ganhei sem gastar mesmo, isso dói em quem? Engole o choro e aceita a vitória da periferia!", disse o vereador eleito em seu perfil na internet.

Goleiro Vinicius

O goleiro do Clube do Remo, Vinícius, foi eleito vereador de Belém pelo partido Republicanos. O jogador conquistou 7.079 votos e foi um dos primeiros colocados até então. "A toda população de Belém, em especial ao Fenômeno Azul: muito obrigado! Tenham certeza que me dedicarei exaustivamente para recompensar com muito trabalho todo esse apoio. Obrigado!", disse o jogador.

Brasil

Além do filho de Gretchen, Thammy, que se elegeu pelo Partido Liberal (PL) com mais de 42 mil votos, um dos mais votados de São Paulo, outros famosos se elegeram a cargos públicos.

O policial civil e protetor dos animais Felipe Becari (PSD) teve 96.660 dos votos. O influencer, que é comparado a Luísa Mel e atua há mais de 10 anos na área de proteção animal, foi o quarto parlamentar mais votado na capital paulista em 2020.

Popularmente conhecida como Mendigata do programa Pânico na TV, Fernanda Lacerda se elegeu como suplemente pelo PSDB, com 143 votos. Já o médico e apresentador de TV Dr. Rey se candidatou a vereador em Vargem Grande Paulista pelo partido Podemos. O médico também foi eleito como suplente, com 517 votos.

Já no Rio de Janeiro, Verônica Costa, a “mãe loira” precursora do funk, se reelegeu pelo DEM com 17.939 votos.

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA