Em passagem rápida por Belém, Joelma fala da carreira e adianta que fará live gospel

Em menos de um mês Joelma esteve em Belém duas vezes e ela diz que é sempre um prazer retornar à cidade

Bruna Lima

A rainha do Pará, Joelma, fez uma passagem rápida por Belém, mas reservou um tempo na agenda para um bate-papo com a equipe de O Liberal. Ela falou sobre posicionamento político, a recuperação da Covid-19, os 25 anos de carreira e projetos futuros. A cantora planeja uma live com música gospel, que ainda está em fase de planejamento, mas que espera que tudo dê certo.

Em menos de um mês Joelma esteve em Belém duas vezes e ela diz que é sempre um prazer retornar à cidade, pois mesmo que venha por compromissos profissionais ela disse que consegue aproveitar a energia da natureza. "Mesmo em passagens rápidas dá para aproveitar. É muito bom colocar o pé no chão e tomar banho de rio para lembrar da infância", disse a artista.

Já não é de hoje que muitos artistas aproveitam sua visibilidade para se posicionarem politicamente como forma de levantar questões como racismo, desigualdade e entre outros assuntos que estão vivos na sociedade. E sobre essa questão de posicionamento, Joelma diz que prefere não se expor, uma vez que diz que não entende do assunto e em decorrência disso opta por não levantar nenhum tipo de bandeira a respeito de político A ou B.

"Eu prefiro não falar do assunto, pois é algo que não domino. Como vou falar de algo que eu não sei? Não dá", explicou a artista. Outro ponto que dificulta ainda mais para que a artista tome algumas posições são as sequelas da Covid-19. "Eu ainda não estou totalmente recuperada da doença. A minha memória não está boa, eu fico confusa. Sem falar de outros órgãos. Estou em tratamento ainda", completou.

Sobre a doença, Joelma disse que em todo momento se manteve calma e tranquila, até mesmo para não apavorar familiares e amigos. "As minhas filhas ficaram bem desesperadas com a pandemia. Quando eu tive a doença tentei ficar mais calma possível para não deixar ninguém apavorado. Eu me curei apenas com medicamentos naturais", completou.

Esse momento de isolamento social também serviu de aprendizado para a artista, pois ela disse que foi um momento de conhecer mais a própria casa e de aproveitar mais os momento ao lado da família. Joelma disse que chegou a comprar panelas, jogo de talheres e entre outros objetos domésticos. E essa prática foi algo que deixou a artista mais envolvida com uma rotina que não estava mais acostuma a ter.

“Nos momentos livre que eu tenho, eu prezo por ficar em casa, fazer coisas que eu gosto. Ficar comigo mesma, pois quando você está em paz com a própria companhia, isso é tudo”, pontuou a cantora.

Apesar da pandemia, o ano de 2020 é de grande importância para a artista, pois está completando 25 anos de carreira. Ela diz que durante toda essa trajetória o mais difícil é se manter no mercado. "Eu sempre digo que a gente tem que se preocupar com o que planta, pois o momento da colheita chega", destaca a artista.

No período do lançamento ela não participou da programação, pois estava com Covid e ficou impossibilitada de sair de casa. "Mesmo com todas essas dificuldades eu estou muito feliz, pois é muito bom ver a modificação do público. É muito bom ver crianças e jovens curtindo o trabalho. É bom acompanhar essas gerações", acrescentou. Joelma disse que a próxima etapa é começar a trabalhar para a próxima live, que será um show com músicas gospel. “Ainda não temos data, mas assim que já estiver tudo certo vamos informar”.

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA