Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Conheça a obra marcante de Sebastião Tapajós, que abraçou o mundo com mais de 60 álbuns

Sucesso nos Estados Unidos, Alemanha e Argentina, músico paraense deixa um legado do tamanho do mundo

O Liberal

O violonista paraense Sebastião Tapajós saiu de cena no último sábado, 2, vítima de um infarto. Mas deixa no mundo uma obra que enche o país de orgulho. As cordas do virtuoso violão amazônico tocaram e encantaram públicos em Nova York (EUA), e ele também abraçou o mundo com álbuns gravados na Argentina e Alemanha.

LEIA MAIS

'O maior músico paraense': amigos se despedem com homenagens a Sebastião Tapajós
Por ter encantado o mundo com suas cordas, músico falecido no sábado recebe homenagens emocionantes

Sebastião Tapajós dedicou a vida a música popular
Conheça mais sobre o legado deixado pelo violonista paraense

Se Tapajós conseguiu envolver um mundo inteiro com o som de suas cordas, é porque não faltaram composições. Foram mais de 60 discos lançados, numa discografia inaugurada com "Apresentando Sebastião Tapajós e seu Conjunto" (1963). Desde lá foram muitas obras, e selecionamos algumas para apresentar um pouco da obra deste gigante da música.

Violão & Amigos (1978)

Guitarra Fantástica (1974)

Xingu (1979)

Amazônia Brasileria (1997)

Da Minha Terra (1998)

 

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA