Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Companhia de teatro paraense apresenta "De Repente 30" em formato de musical

A adaptação do musical é um projeto da Companhia Discrepantes de Teatro Musical.

O Liberal

Uma produção paraense com mais de 15 artistas transformou o clássico "De Repente 30" em musical. A adaptação do musical é um projeto da Companhia Discrepantes de Teatro Musical.  O processo incluiu adaptação de roteiro para os palcos, seleção de elenco e seleção de músicas que percorrem da década de 80 até os anos 2000. O espetáculo fica disponível nos dias 20, 21 e 22 de janeiro, no Teatro Waldemar Henrique com sessões às 19h, e sessão extra às 17h no dia 22.

Os ingressos para o espetáculo estão no valor de R$ 60,00, com o valor promocional de R$ 30,00 na compra antecipada. 

O musical conta a história de Jenna Rink, uma adolescente de 13 anos que tem o seu pedido de aniversário realizado e se torna uma mulher de 30 anos de idade. Após ter seu desejo concretizado, ela passa a enfrentar os desafios da vida adulta e tenta reconstruir a relação com seu melhor amigo de infância Matt.

O projeto começou a ser desenvolvido em 2019, mas em decorrência do isolamento social e a pandemia da Covid-19, a sua estreia precisou ser adiada para este ano. Durante esse período, a equipe do musical, junto com o elenco, enfrentaram diversos desafios. 

“Foi difícil demais a experiência de ensaiar e produzir um musical durante a pandemia. Tivemos que pausar os ensaios diversas vezes por conta do agravamento da pandemia. Ficamos muitos meses sem ensaiar e, quando finalmente retornamos, ainda ficamos com diversas restrições. Além da dificuldade em captar apoio”, conta André Launé que divide a direção ao lado de Victória Aben-Athar, Luiza Barros e Raissa Gama.

O diretor disse ainda que criar o musical de "De Repente 30" foi um desafio por se tratar de um filme amado. "Foi preciso respeitar a memória afetiva das pessoas mas também criar conteúdo novo, para que não tentássemos replicar o filme no palco, além das adaptações de Cinema para Teatro”, acrescenta André Launé.

Com mais de 15 atores, cantores e bailarinos em cena, a adaptação traz aos palcos toda a nostalgia e memória afetiva do clássico dos anos 2000 de uma forma diferente. As atrizes paraenses Bruna Borges e Lívia Mesquita dão vida à protagonista Jenna Rink, interpretada no filme pela atriz Christa B. Allen. Para Lívia, ensaiar um musical na pandemia foi uma experiência completamente diferente e louca. Pois, todos tiveram que lidar com inúmeras mudanças no processo. Porém, sua expectativa está elevadíssima para a estreia.

“Esperamos por esse momento há anos e não poderíamos estar mais ansiosos para mostrar esse resultado ao público. Cada número musical do espetáculo tem seu brilho próprio e sua singularidade que deixará a plateia de queixo caído, mas acho que para aqueles fãs que assistiram ao filme, I Wanna Dance With Somebody, Vienna e Hurt com certeza vão mexer com seus corações e as lágrimas virão naturalmente. O De Repente 30 é muito especial para cada um de nós e isso vai com certeza refletir no palco”, afirma Lívia Mesquita.

Agende-se:

De Repente 30 - O Musical

Local: Teatro Waldemar Henrique

Data: 20, 21 e 22 de janeiro de 2022

Horário: Dias 20 e 21 às 19:00 horas / Dia 22 às 17:00 e 19:00 horas

Valor: R$60,00 (todos pagam valor de meia entrada comprando antecipado, ou seja, R$30,00)

Classificação indicativa: +12 anos

Realização: Cia. Discrepantes de Teatro Musical

 

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA