Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Com novo formato, “Festival dos Botos” será realizado no mês de setembro em Alter do Chão

O “Festival dos Botos” é realizado dentro da Festa do Çairé, um evento tradicionalmente religioso que louva ao Divino Espírito Santo

Thainá Dias

Após um hiato de dois anos do formato presencial, sendo realizado apenas de forma remota devido à pandemia, um dos maiores festivais da cultura do interior da Amazônia surge com novo formato. O “Festival dos Botos” será realizado no período de 15 a 19 de setembro deste ano, em Alter do Chão, Santarém. Com novo formato, as apresentações serão individuais e em dias distintos.

O novo formato foi anunciado pelo prefeito da cidade, Nélio Aguiar, durante coletiva de imprensa. A Associação Folclórica Boto Cor de Rosa se apresenta no dia 16 de setembro, e o Grupo Sociocultural Boto Tucuxi no dia 17. A ordem de apresentação foi tirada em sorteio que contou com a presença dos presidentes de cada grupo. O “Festival dos Botos” é realizado dentro da Festa do Çairé, um evento tradicionalmente religioso que louva ao Divino Espírito Santo. As duas festas serão realizadas de 15 a 19 de setembro no Distrito de Alter do Chão, município de Santarém (PA).

Segundo o prefeito, a mudança foi pensada para aprimorar a logística do evento. “Nós teremos apresentações na sexta e no sábado. A mudança, tomada em comum acordo com os envolvidos, busca garantir maior conforto e apreciação das apresentações, já que nas edições anteriores o segundo boto começava a se apresentar na madrugada. Agora, com o novo formato será melhor para o festival, para os integrantes e principalmente para o público”, destacou.

A parte folclórica dos Botos foi incluída na programação do Çairé em 1997 e tornou-se disputa festiva em 1999.O Festival é organizado pelas duas agremiações e coordenado pela Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Semc). Para o presidente da agremiação “Cor de Rosa”, Miguel Wanghan, “a inovação ajuda o povo nativo de Alter do Chão que agora terão duas noites para faturar bem, para aumentar sua fonte de renda, então isso é tudo de bom. Nós traremos muitas surpresas. Já estamos trabalhando em cima do nosso tema, que será local, enfatizando a nossa resistência durante a pandemia”, afirmou. O presidente da agremiação “Tucuxi”, Toninho Araújo, já deixou um gostinho do que o público pode esperar para esse ano. “Nós entramos em acordo e, juntamente com o ‘Cor de Rosa’, achamos mais adequado as apresentações separadas, justamente pelo tempo, para não ficar cansativo em apenas uma noite, e também em virtude da organização de saída das alegorias, a movimentação da vila em duas noites e muitos outros motivos. Este ano, o Tucuxi trará uma homenagem ao nosso amado Chuica. O tema também já está batido e logo vamos lançar”. 

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA