Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Com Dira Paes no elenco, “Pantanal” estreia hoje no horário nobre da TV

O remake de um dos maiores sucessos da televisão brasileira chega com novos personagens e assuntos importantes

Thainá Dias

O remake da novela "Pantanal" estreia hoje com a expectativa de retomar o sucesso da novela original, exibida em 1990 pela extinta TV Manchete. A novela de Benedito Ruy Barbosa ganha novos personagens e algumas alterações na comparação com a primeira versão. Diferente do que aconteceu há trinta e dois anos, três atores vão assumir os papéis de Claudio Marzo: são eles Irandhir Santos, Marcos Palmeira e Osmar Prado.

Entre as principais novidades e mudanças, está o chalaneiro Eugênio, vivido por Almir Sater, presente em 1990 onde deu vida a Trindade. Bem como o Velho do Rio, Eugênio é uma espécie de guia e protetor do Pantanal. Já Paulo Gorgulho será o peão Ceci, em participação especial. Outra mudança que será vista é em relação à segunda família de Tenório (Murilo Benício), o marido de Maria Bruaca (Isabel Teixeira), a quem humilha com frequência. Agora, essa segunda família do fazendeiro é negra. No original, Zuleika e seus filhos eram vividos por Rosamaria Murtinho, Tarcísio Filho, Ernesto Piccolo e Eduardo Cardoso.

Na nova versão, Zuleika será interpretada por Aline Borges, enquanto Marcelo, Renato e Roberto vão ser personagens de Lucas Leto, Gabriel Santana e Cauê Campos. Victoria Rossetti vive Nayara, a namorada de Jove (Jesuita Barbosa), que no original se chamava Nalvinha (Flavia Monteiro).

A tecnologia será bastante usada no remake, contando com drones e câmeras menores em relação àquelas utilizadas pela novela que esteve no ar da primeira vez. A trilha sonora ganha novas músicas como "The Passenger" com Iggy Pop e "Vaqueiro de Profissão" com Jair Rodrigues.

Dentre os principais assuntos levantados pela primeira versão, estão a natureza, ponto central da trama, os animais selvagens da região, a Juma Marruá que se transformava em onça-pintada, além de outros personagens como José LeôncioJoveVelho do RioMudaGutaTrindadeMaria Bruaca e várias outras histórias interessantes que se interligam. A história central gira em torno de Juma, que enfrenta os maiores desafios no Pantanal, mas também ela vive uma história de amor no loca, com Jove. Um amor verdadeiro nasce fruto desse encontro improvável e natural, que marca para sempre o destino de todos. Porém, as diferenças culturais e sociais do casal logo aparecem tornando a relação complicada e improvável.  

 

Dira Paes fala sobre novo trabalho na TV com remake

 

Nascida em Abaetetuba, no Pará, a atriz Dira Paes se prepara para voltar ao horário nobre da Globo na pele de “Filó”, personagem da novela “Pantanal”. Dira começa destacando a importância da sua personagem na novela. “É uma mulher do Brasil. É um encontro com o feminino aparentemente subjugado. Há uma condição da qual vamos falar, que é desse feminino que é o esteio daquele lugar, e que parece estar à sombra. Mas ela é independente”, afirmou.

“Eu costumo dizer que a Filó é um personagem que faz ponte entre dois lados de uma mulher. A mulher que vai de prostituta a mãe, como se isso fosse coisas opostas mas são complementares. Infelizmente, o interior do Brasil ainda é muito machista. Na cidade, ainda existe mas é mais oculto. A Filó é muito realista, podemos observar que é uma mulher madura, que teve que aprender muitas coisas sozinha e ela ensina algo muito contemporâneo que é o amor sem apego, sem esperar algo em troca do outro. Além da humildade, ela não esquece de onde veio”, destacou a atriz.

Na trama, a personagem afirma que seu filho, que será interpretado pelo ator José Loreto, é fruto da relação dela com o patrão, José Leôncio, interpretado pelo amigo, Marcos Palmeira. Em relação a coincidência de contracenar mais uma vez com Palmeira, ela ressalta “é o ator com quem mais trabalhei. Já fomos irmãos, amigos, colegas de trabalho, par romântico e, agora, estamos tendo esse encontro desajustado de casal”.

Destacando como sempre faz, sua luta em prol do meio ambiente, Dira também comentou da importância da novela para passar uma boa mensagem ao público, sobre um dos maiores biomas do Brasil. “O Pantanal é um dos mais importantes biomas do universo terrestre. Então o nome da novela já traz toda uma consciência do que vamos falar

E falando desse bioma estaremos falando de todos os nossos biomas, é uma reflexão fundamental. É um viés muito falado na trama, o autor teve essa preocupação de destacar esses problemas porque merecem serem discutidos afim de achar uma saída. As pesquisas científicas tem muito valor, não somos mais como há trinta anos, as pessoas estão começando a ter noção da relevância climática no mundo e de como ela pode afetar a economia, por exemplo. É preciso entender e ajudar no equilíbrio climático no mundo e vamos passar essa mensagem”, concluiu a atriz.

 

 

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA