Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Circuito Jambu Multicultural 2022 é lançado oficialmente

Durante 4 meses vão ser realizadas vivências culturais na Amazônia

Bruna Dias

O Circuito Jambu Multicultural 2022 (CJM) inicia suas programações deste ano com o  "Diálogos Culturais”, que traz como tema: “Dos rios aos smarts: a cultura da Amazônia vai dominar o mundo?”, hoje, 19, na Na Figueredo, a partir das 19h. O CJM é um projeto de extensão do “Jambu Festival: Conexões Periferia”, realizado entre 2019 e 2021. Neste novo formato, o objetivo é ampliar seu público, alcançando mais espectadores e beneficiando-os com suas atividades formativas.

O Circuito será lançado oficialmente hoje com este primeiro diálogo, sendo que mais três estão marcados até setembro. Neste segundo semestre uma vasta programação será colocada em prática. Em cada mês uma atividade específica será realizada, trazendo vozes e vivências para artistas e espectadores da cultura amazônica.

VEJA MAIS 

Gigi Furtado faz tributo aos 80 anos de Clara Nunes
A cantora paraense leva ao palco do Sesi um show com participações especiais e intervenções artísticas, nesta sexta, 19

“A ideia foi agregar outras atividades para esse projeto. O CJM está começando agora, vamos ter debates, oficinas, mostra de audiovisual, vivências gastronômicas e vamos fechar o circuito no fim do ano com o festival de música e arte cênica”, explica Regina Lima, docente da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal do Pará.

Coordenadora do CJM, ela afirma que a visibilidade do trabalho de fazedores de cultura da região amazônica é o maior objetivo do circuito. Com o tema “Cultura pra compartilhar”, o projeto envolverá vários profissionais e artistas em edição em formato presencial, mas contará, também, com transmissão ao vivo via internet.

Hoje, a cineasta Zienhe Castro, a curadora da semana de artes e muralismo Jade Jares e a coordenadora do CJM Regina Lima vão compor a primeira mesa do debate. O diálogo, mediado pela doutoranda em Antropologia Jussia Ventura, discutirá a ampliação da visibilidade cultural amazônica e o impacto causado dentro do estado do Pará.

Para Zienhe Castro o debate acerca das questões culturais é fundamental para que a cultura nortista alcance um espaço significativo no mercado nacional: “Somos uma região do Brasil com uma diversidade cultural extraordinária e temos muito para contribuir no cenário nacional. É extremamente relevante sermos protagonistas das nossas narrativas no setor cultural. A música produzida no Pará merece destaque, mas o Audiovisual também tem avançado. Precisamos fortalecer esse debate na perspectiva de buscar soluções e propostas pra construirmos juntos, de forma coletiva uma maior atuação da produção cultural da Amazônia no mercado nacional e internacional”.

Agende-se

19 de agosto de 2022

Lançamento oficial do CJM 2022 e início dos debates;

Diálogos Culturais na Amazônia.

Local: Na Figueredo

Horário: 18h

Participantes: Zienhe Castro, Jade Jares e Regina Lima

Mediadora: Jussia Ventura

 

 

 

 

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA