Reboot de Hellboy chega aos cinemas brasileiros nesta quinta

Longa sobre o super herói que veio do inferno é estrelado desta vez por David Harbour

João Paulo Jussara

O super-herói dos infernos estará de volta aos cinemas. Como um reboot do primeiro filme e como terceira produção cinematográfica baseada no monstro que luta pelos humanos, importado dos quadrinhos, criado por Mike Mignola, Hellboy vem cheio de mudanças, quando comparado aos longas anteriores. O longa estreia nos principais cinemas da capital, nesta quinta-feira, 16.

A base da história é a criatura demoníaca, invocada do inferno por um feiticeiro contratado por um grupo de nazistas para destruir o mundo. No entanto, ele é cuidado pelo Professor Trevor Bruttenholm, que presenciou seu surgimento e vira uma espécie de pai, e acaba seguindo como agente da divisão secreta de Bruttenholm, se aliando às pessoas na batalha contra ameaças monstruosas à humanidade.

Hellboy é um personagem assustador, mas de coração gigante. Agora o foco da história é o ressurgimento da vilã Rainha de Sangue, que ressuscita para invocar o mal, além do paradoxo do semi-demônio, que vive preso entre o mundo sobrenatural e humano. Hellboy é convocado para enfrentá-la em defesa da humanidade, mas o Vermelhão precisa controlar seu poder de destruição para o confronto não resultar no fim do mundo, justo o que ele luta contra.

Elenco

Ron Perlman deixa de ser Hellboy, depois de dois filmes, e passa o bastão de protagonista para David Harbour (Stranger Things). John Hurt não é mais o Professor Broom, pai adotivo do herói dos infernos, que agora é vivido por Ian McShane. Milla Jovovich surge como a feiticeira Nimue, a Rainha Sangrenta, grande vilã desse filme.

E a direção, antes por conta de Guilherme Del Toro, passou a ser responsabilidade de Neil Marshall, que dirigiu a segunda e quarta temporadas de Game of Thrones, a primeira temporada de Westworld e alguns filmes de terror como Abismo do Medo e Juízo Final.

Os trailers já mostravam que o filme é bem mais voltado para o terror, com uma narrativa mais sinistra, com cenas mais violentas e sangrentas do que os anteriores, apesar de toques de humor. A Motion Picture Association of America classificou a produção por “violência sangrenta, violência por toda parte e linguagem”, indicando que realmente é o que aparece no teaser.

David Harbour disse, em entrevista ao Joblo, que Hellboy está mais sombrio, mais musculoso e mais intenso. Por conta do foco mais sombrio e violento, o longa foi classificado para maiores de 18 anos, diferente dos antecessores que tinham 14 anos como idade mínima indicada.

O filme também não foi muito aprovado pelos críticos até agora. Em abril, a Rotten Tomatoes liberou a parcial de avaliações, que mostrou que a produção chegou ao site com apenas 9% de aprovação, com uma nota média de 4/10, baseada em 33 avaliações.

Hellboy (pré-estreia)
Dir: Neil Marshall
Ação, 14 anos
Cinesystem Metrópole 2 (2D dub): 21h (exceto seg);
Cinépolis Boulevard 3 (2D leg): 21h (somente qui a dom);
Cinépolis Parque 7 (2D dub): 21h30 (somente de qui a dom);
UCI Bosque 4 (2D leg): 21h

Cinema
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!