Martin Scorsese critica filmes da Marvel em editorial para o New York Times

A falta de riscos da franquia foi o argumento central dos comentários do diretor

Redação Integrada com informações do Omelete

Após declarar que os filmes do Marvel Studios “não são cinema”, o diretor Martin Scorsese escreveu um editorial com a crítica para o jornal New York Times. O cineasta afirma que sua opinião é baseada na forma de se consumir e produzir filmes de franquia, cada vez mais dominantes nas salas de cinema atuais, dando menos espaço para trabalhos originais.

O atual momento de Hollywood, para o diretor, é comparável ao dilema do “ovo e da galinha”. Segundo ele, quanto mais os estúdios produzem aquilo o que o público quer consumir, mais os espectadores se acomodam com a “falta de riscos” apresentada pelos cineastas.

Utilizando como exemplo os filmes “Psicose” e “Pacto Sinistro”, de Alfred Hitchcock, o cineasta diz que estes filmes se assemelhavam às franquias atuais pelo fato das estreias serem consideradas grandes eventos. Entretanto, os dois filmes são venerados quase 70 anos depois, devido a qualidade das obras e não pelo seu alcance de público. Scorcese lamenta o grande número de cinemas independentes indo à falência, o que diminui o número de opções de filmes disponíveis para o público.

A decisão das grandes redes de cinema por reservar diversas salas para a exibição de blockbusters e franquias faz com que diretores e produtores procurem maneiras alternativas para produzir e lançar os filmes, como é o caso de 'O Irlandês', novo filme de Scorsese. O longa ficará por pouco tempo em cartaz antes de chegar à Netflix no final do mês.

O diretor enfatiza que atualmente a indústria vive uma divisão entre o entretenimento audiovisual global e cinema. Mesmo que não sejam opostos, está cada vez mais difícil encontrar uma combinação de ambos. Scorcese conclui que o cenário atual de Hollywood se tornou inóspito para “quem sonha em fazer filmes ou está começando a carreira agora”.

Cinema
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA