Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Lideranças e intelectuais indígenas debatem com diretor de “A Última Floresta”

Participam do debate Luiz Bolognesi, Davi Kopenawa Yanomami, Sonia Guajajara, e Ailton Krenak

Redação Integrada

O Dia do Índio comemorado hoje (19) no Brasil terá uma programação especial com o diretor do longa-metragem “A Última Floresta”, Luiz Bolognesi, em um debate com lideranças e intelectuais indígenas, a partir das 19h30, no Youtube do Instituto Socioambiental (ISA), no Twitter do @GreenpeaceBR e no Facebook da Gullane.

O filme foi escrito em parceria com o xamã e escritor Davi Kopenawa Yanomami, que também participa do debate, junto com a coordenadora executiva da APIB e cofundadora da ANMIGA, mestra Sonia Guajajara, e o ambientalista, filósofo, poeta e escritor Ailton Krenak, autor de “Ideias para Adiar o Fim do Mundo”, um dos livros mais vendidos da FLIP 2019. A mediação será feita pela antropóloga Lídia Montanha Castro, consultora do Instituto Socioambiental (ISA). 

O novo longa-metragem de Bolognesi, conhecido pelos trabalhos “Ex-Pajé” e “Uma História de Amor e Fúria” estreou no Brasil no último domingo, dia 18 de abril, na 26º edição do “É Tudo Verdade - Festival Internacional de Documentários”. “A Última Floresta” retrata o cotidiano de um grupo Yanomami isolado, que vive em um território ao norte do Brasil e ao sul da Venezuela há mais de mil anos. O xamã Davi Kopenawa Yanomami busca proteger as tradições de sua comunidade e contá-las para o homem branco que, segundo ele, nunca os viu, nem os ouviu. Enquanto Kopenawa tenta manter vivos os espíritos da floresta, ele e os demais indígenas lutam para que a lei seja cumprida e os invasores do garimpo retirados do território legalmente demarcado. Mais de 10 mil garimpeiros ilegais, que invadiram o local em 2020, derrubam a floresta, envenenam os rios e espalham Covid e outras doenças entre os indígenas.  

O longa teve a estreia mundial no Festival Internacional de Cinema de Berlim, sendo o único filme brasileiro presente na mostra Panorama. Em 2018, o premiado “Ex-Pajé” esteve na mesma seleção do evento. “A Última Floresta” também foi selecionado para os festivais Visions du Réel, em Nyon, na Suíça, e para o Hot Docs, em Toronto, no Canadá. O filme foi produzido pela Gullane e Buriti Filmes em associação com a Hutukara Associação Yanomami e o Instituto Socioambiental (ISA).

O diretor Luiz Bolognesi é reconhecido internacionalmente. Bolognesi já venceu o prêmio Cristal de Melhor Longa Metragem em Annecy pelo longa-metragem de animação” Uma História de Amor e Fúria” (2013). O filme foi exibido nos cinemas de seis continentes e premiado nos festivais de Tóquio, Shangai, Atenas, Bordeaux, Strasbourg, Buenos Aires e pela Academia Brasileira de Cinema. O filme também foi exibido na América Latina pela HBO e TV Globo. Já o documentário ”Ex-pajé”, em que Bolognesi assina o roteiro e a direção, recebeu o prêmio especial do júri nos festivais de Berlim e Chicago, prêmio da Crítica no Festival É tudo Verdade, além de outros prêmios nacionais e internacionais.

O co-roteirista do filme o xamã Davi Kopenawa Yanomami é porta-voz do povo Yanomami. Por 25 anos, ele liderou incansavelmente a longa campanha nacional e internacional para garantir os direitos à terra dos Yanomami, pela qual ganhou reconhecimento em todo o mundo e em seu país natal, o Brasil.  Davi nasceu por volta de 1956 em Marakana, uma comunidade Yanomami no norte da Amazônia.  Em 1983, Davi começou a lutar pelo reconhecimento da vasta área habitada pelos Yanomami.

A área Yanomami foi oficialmente reconhecida pelo governo brasileiro pouco antes de sediar a primeira Cúpula da Terra da ONU no Rio de Janeiro, em 1992.  
Durante os anos 1990 e início dos anos 2000, Davi fez muitas viagens ao exterior para se reunir com órgãos governamentais e ONGs para arrecadar fundos para projetos vitais de saúde e educação com os Yanomami, bem como para expor as ameaças contínuas de garimpeiros, colonos e fazendeiros.

Cinema
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM CINEMA

MAIS LIDAS EM CULTURA