Filme paraense 'Na Fronteira do Fim do Mundo' estreia nesta quarta

Produção tem roteiro e direção assinada pelo jornalista Ismael Machado e será exibida durante seminário internacional

Bruna Lima

A produção paraense 'Na Fronteira do Fim do Mundo', documentário média-metragem de 53 minutos, será lançado nesta quarta-feira (1), no Grand Mercure Hotel, durante o seminário internacional “Justiça Fiscal, Desigualdade e Desenvolvimento do Estado do Pará”, às 19h45. O filme retrata a realidade de municípios afetados pelos grandes projetos no estado.

“Na Fronteira do Fim do Mundo” traça um panorama da atividade mineradora no estado e suas consequências. Ismael Machado, que assina roteiro e direção do longa-documentário, explica que foi contratado pelo Sindicato dos Servidores no Fisco Estadual do Pará (Sindfisco-PA) para realizar um documentário que trata sobre a atuação de uma mineradora e as vidas de pessoas afetadas, tendo como centro o estado do Pará.

"Pesquisamos e gravamos tudo em um tempo muito rápido, porque havia um prazo a ser entregue, que é o evento do Sindifisco. Começamos tudo em agosto, em pré-produção e pesquisa e estamos concluindo agora”, disse Machado.

O título do filme veio de duas frases ouvidas durante as filmagens. “A de uma cacique, que afirmou algo como 'a primeira vez que ouvimos o trem foi como se o mundo estivesse acabando'. E a do procurador da República que disse ter a sensação de estar testemunhando a fronteira do fim do mundo”, acrescentou Ismael.

Para contar essa história, a equipe de filmagens se deslocou por mais de um mês entre os municípios de Marabá, Parauapebas e Canaã dos Carajás. Ismael exemplifica sobre o município de Canaã dos Carajás, que antes era um grande produtor de leite, queijos e tinha na produção agrícola um motor comercial. “Mas com a descoberta de minérios, o município passou a vivenciar o que o pesquisador Bruno Malheiro classifica como ‘minério-dependência”, resume o pesquisador.

No documentário a direção de fotografia é de Glauco Melo e a produção de Michelle Maia e Aline Paes. A colaboração no roteiro e na edição é de Vlad Cunha. A edição é de Arthur Santos. O filme conta ainda com trilha sonora da banda pernambucana Cordel do Fogo Encantado, com a música “Aqui (ou memórias do cárcere)”. Há depoimento de aproximadamente 20 pessoas, entre lideranças indígenas, camponesas, técnicos, economistas, professores e até a ex-governadora Ana Júlia Carepa.

Agende-se:

Lançamento do filme 'Na Fronteira do Fim do Mundo'
Data: 1 de dezembro, às 19h45
Local: Grand Mercure Hotel, Av. Nª Sra. de Nazaré, 375 – Nazaré

Palavras-chave

Cinema
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM CINEMA

MAIS LIDAS EM CULTURA