Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Festival leva tradição do cinema italiano para dentro de casa

Última edição do 8 ½ Festa do Cinema Italiano foi vista por 150 mil pessoas no Brasil

O Liberal

Os cinéfilos que uma das escolas mais conceituadas do cinema mundial é a italiana. Foi lá que surgiu o movimento cultural do neorrealismo difundida pelo mundo no final da Segunda Guerra Mundial nos anos 1944 e 1945. Essa tradição na sétima arte da Itália poderá ser vista com todo o seu esplendor em novos filmes de diretores e produtores italianos contemporâneos na nova edição do 8 ½ Festa do Cinema Italiano.

O festival será totalmente online a partir de hoje (17) até o dia 27 de junho com exibições pelo diretamente no site do festival (www.festadocinemaitaliano.com.br) e por meio da plataforma Looke (www.looke.com.br). Os interessados deverão realizar um cadastro gratuito no site. Os filmes poderão ser assistidos via web, em Smart TV, tablet e nos principais suportes iOS e Windows. 

No último ano, o 8 ½ Festa do Cinema Italiano conseguiu alcançar aproximadamente 150 mil pessoas no Brasil graças as exibições online. Segundo o curador e diretor do festival Stefano Savio, a organização investiu em uma ampla programação. 

“Somos otimistas pelo aumento do público. Sinceramente, nosso grande esforço deste ano não foi em captar mais público, mas em aumentar a qualidade da programação. Ano passado foi feito um festival online e talvez por termos pouco tempo não demonstramos aquilo que já estava à disposição, tirando alguns filmes que já estavam no mercado brasileiro. Esse ano não. Fizemos mesmo um festival mostrando 11 filmes que são nossas pré-estreias no Brasil, são filmes que marcaram o grande festival internacional. O Brasil tem um público cinéfilo muito atento e que sabe avaliar essas coisas”, declarou.

O 8 ½ Festa do Cinema Italiano é um evento organizado no Brasil pela Associação Il Sorpasso e Risi Film Brasil e promovido pelos Institutos Italianos de Cultura do Rio de Janeiro e de São Paulo, com o suporte institucional da rede diplomático-consular italiana no Brasil, assim como o apoio do Istituto Luce Cinecittà, e apoio cultural da Bonfilm.

Um dos filmes que tem atraído as atenções do mundo nos festivais e que estará logo na abertura do festival é “As Irmãs Macaluso” (La Sorelle Macaluso), da diretora Emma Dante, que fez sua estreia mundial no Festival de Veneza 2020. Esse é o terceiro longa da aclamada dramaturga. A cineaste Emma Dante, que também é dramaturga, uma das mais prestigiadas da Itália, ministrará uma masterclass online aberta ao público durante o FCI 2021.

“As Irmãs Macaluso” conta a história de cinco irmãs e como o tempo atravessa as relações e a vida destas mulheres. Um mergulho poético e contundente no universo feminino, marcado pelo tempo, pelas marcas que o tempo e a realidade do subúrbio palermitano onde vivem deixam na vida de cada uma delas. Dividido em três tempos, é um mergulho na memória. "É sobre as coisas que duram. Sobre as pessoas que permanecem mesmo depois da morte. É um filme sobre a velhice e sobre a incrível linha de chegada da vida", afirma a diretora. 

Além de “As Irmãs Macaluso” também será exibido na abertura o filme “5 é o Número Perfeito” de Igor "Igort" Tuveri e . Outros filmes de destaque na programação são “A Vida Solitária de Antonio Ligabue” (Volevo Nascondermi), de Giorgio Diritti, que ganhou um prêmio da Berlinale 2020 e o Urso de Prata de Melhor Ator para Elio Germano; e o nada ortodoxo Fábulas Sombrias (Favolacce), dos irmãos Fabio e Damiano D'Innocenzo, que também ganhou o Urso de Prata de Melhor Roteiro no Festival de Berlim 2020, sendo considerado um sopro de energia no cinema contemporâneo italiano.

“Acredito que o cinema italiano neste momento é um cinema com olhar internacional. Consegue ter alguns pontos de vista, algumas formas e linguagens do cinema europeu de qualidade. Nos últimos anos, a Itália abriu-se à influência dos outros países para que o próprio cinema pudesse crescer mais. É um cinema que respeita o passado, e consegue desfrutar mais do território italiano. É um cinema que não é focado somente em Roma, ou em sets pré-fabricados dos grandes estúdios de filmagens, mas um cinema que está na rua da província. Houve um grande trabalho das regiões italianas que investiram muito em fazer produções cinematográficas na própria terra”, explica Stefano.

Além da programação contemporânea, o evento traz uma seção especial focada em Alice Rohrwacher, uma das realizadoras italianas mais prestigiadas da atualidade. Formada em Literatura e Filosofia pela Universidade de Turim, diretora de obras como Lazzaro Felice, vencedor do Melhor Roteiro do Festival de Cannes 2018, e tem uma obra que retrata a alma humana em histórias nada convencionais.  A agenda e a programação completa do FCI 2021 será divulgada em breve e estará disponível no site oficial do Festa: www.festadocinemaitaliano.com.br.

Cinema
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM CINEMA

MAIS LIDAS EM CULTURA