Curta inspirado em obra de Eneida de Moraes é exibido neste sábado

'Promessa em Azul e Branco', de Zienhe Castro, tem sessão no auditório do Sesc Ver-o-Peso

Após o lançamento em meio ao Círio de 2013, em Belém, o filme “Promessa em Azul e Branco”, da paraense Zienhe Castro, retorna às telas neste sábado, 5, às 18h, no auditório do Sesc Ver-o-Peso, para homenagear a autora paraense Eneida de Moraes, que completaria 115 anos de nascimento no dia 23 de outubro.

O filme é baseado em conto de mesmo título da autora. Antes da sessão do curta-metragem será exibido o projeto de minicurtas doc “Promessas que fizeram para mim”. Após a sessão haverá bate-papo sobre a vida e obra de Eneida com a diretora Zienhe Castro e os convidados o professor e poeta Paes Loureiro, professora Luzia Miranda Alvares e professora Eunice Ferreira dos Santos.

O curta mostra o lamento de Eneida, aprisionada entre seus vestidos, numa estranha imposição da família que a afasta das roupas multicores. O que pode parecer um problema ingênuo, infantil, ganha contornos profundos na abordagem delicada da escritora, característica estendida ao filme de Zienhe.

“Quando estava estudava cinema no Rio, iniciei uma pesquisa sobre artistas mulheres do Pará. A intenção era lançar luz sobre mulheres pouco reconhecidas, que haviam se expressado por meio de alguma linguagem artística e contribuído efetivamente com o fomento e a difusão da cultura paraense. Fiquei apaixonada pela escrita simples e ao mesmo tempo carregada de emoção de Eneida de Moraes”, revela a cineasta.

Na adaptação, Eneida é interpretada por duas atrizes em dois períodos diferentes: Isabela Caprário de Oliveira, que vive Eneida aos oito anos, e Ana Paula Costa Augustinho, aos 14. Ambas mostram como a personagem padece, pois só pode usar azul-claro e branco nas roupas até completar 15 anos. A razão é uma promessa feita pela avó (interpretada pela catarinense Emery Maria) à Nossa Senhora de Nazaré, pela recuperação de seu pai doente (o paraense Cláudio Barros). A paraense Cei Melo completa o elenco principal, no papel de mãe da protagonista.

Presença constante na literatura de Eneida de Moraes, Belém serviu de pano de fundo de sua obra, de caráter fortemente autobiográfico, “Promessa em Azul e Branco” foi contemplado pelo Edital do Ministério da Cultura para curta-metragem em 2010. Foi selecionado para uma sessão de mercado na Mostra Short Film Corner do Festival de Cannes 2013; para o 12º FICI – Festival Internacional de Cinema Infantil e concorreu ao Prêmio Brasil de Cinema infantil na categoria “melhor filme” da Mostra Teen em 2014, no Rio de janeiro.

Agende-se:

Exibição do filme “Promessa em Azul e Branco”, da paraense Zienhe Castro
Data: sábado, 5, às 18h
Sesc Ver-o-Peso (Boulevard Castilhos França, 522 - Campina)
Entrada gratuita

Cinema
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!