Anne Hathaway se desculpa por representação em 'A Convenção das Bruxas'

Todas as bruxas do longa são identificadas pela ausência de dedos nas mãos ou nos pés e pessoas deficientes estão sofrendo

Agência Estado

A atriz Anne Hathaway publicou um pedido de desculpas no Instagram na quinta-feira, 5, devido à representação de uma deficiência no filme A Convenção das Bruxas, em que interpreta a vilã A Grande Bruxa. Todas as bruxas do longa são identificadas pela ausência de dedos nas mãos ou nos pés.

Anne republicou um vídeo do Lucky Fin Project, que mostra algumas pessoas sem partes das mãos ou dos pés falando sobre a questão. "Eu soube recentemente que muitas pessoas com diferenças nos membros, especialmente crianças, estão sofrendo por causa da representação da Grande Bruxa", disse a atriz.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

I have recently learned that many people with limb differences, especially children, are in pain because of the portrayal of the Grand High Witch in The Witches.  Let me begin by saying I do my best to be sensitive to the feelings and experiences of others not out of some scrambling PC fear, but because not hurting others seems like a basic level of decency we should all be striving for. As someone who really believes in inclusivity and really, really detests cruelty, I owe you all an apology for the pain caused. I am sorry. I did not connect limb difference with the GHW when the look of the character was brought to me; if I had, I assure you this never would have happened. I particularly want to say I’m sorry to kids with limb differences: now that I know better I promise I’ll do better. And I owe a special apology to everyone who loves you as fiercely as I love my own kids: I’m sorry I let your family down. If you aren’t already familiar, please check out the @Lucky_Fin_Project (video above) and the #NotAWitch hashtag to get a more inclusive and necessary perspective on limb difference.

Uma publicação compartilhada por Anne Hathaway (@annehathaway) em

 

"Como alguém que realmente acredita na inclusão e realmente, realmente, detesta crueldade, eu devo uma desculpa pela dor causada. Eu sinto muito. Eu não liguei a diferença em membros à Grande Bruxa quando a aparência da personagem foi mostrada para mim. Se eu tivesse, eu garanto que isso nunca teria acontecido", afirmou Anne.

Ela também aproveitou para divulgar a hashtag #NotAWitch (Não sou uma bruxa, em tradução livre), na qual pessoas com diferenças em partes do corpo têm compartilhado relatos para se contrapor à associação de uma deficiência com as bruxas.

O perfil oficial das Paralimpíadas no Twitter compartilhou o relato da atleta paralímpica britânica Amy Marren, que mostrou sua preocupação com a representação do filme. "Partes do corpo diferentes não são assustadoras. As diferenças devem ser celebradas e as deficiências normalizadas", diz a publicação.

A Conveção das Bruxas, que dá uma nova versão ao clássico dos anos 1990, estreou em 22 de outubro nos Estados Unidos, e ainda não possui data definida para estrear no Brasil.

Cinema
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM CINEMA

MAIS LIDAS EM CULTURA