"Amazônia Groove" encerrará Festival do Cinema Brasileiro em Paris

Documentário de Bruno Murtinho já venceu prêmio de melhor fotografia do Festival South by Southwest, no Texas (EUA)

Redação Integrada

A partir desta terça-feira, dia 9, a 21ª edição do Festival de Cinema Brasileiro de Paris abre a programação que segue até o dia 16 com a exibição de 23 longas, entre ficção e documentário, no prestigioso cinema L’Arlequin, localizado no Quartier Latin. A programação destaca títulos inéditos na França, a presença de vários realizadores que participarão de sessões com debate, e para encerrar um Fórum voltado para o mercado audiovisual com o objetivo de promover o intercâmbio entre os dois países.

Entre as obras que serão apresentadas está o documentário "Amazônia Groove", que revela os artistas da região do Norte do país. O longa reúne depoimentos de artistas como Dona Onete, Manoel Cordeiro, Sebastião Tapajós, Mestre Damasceno, Paulo André Barata e Gina Lobrista, por exemplo, em um registro que revela a sonoridade do Pará. O longa, de Bruno Murtinho, com argumentos do músico Marco André Oliveira, foi gravado em algumas cidades paraenses - que trazem uma relação de proximidade com artistas e gêneros musicais - como Óbidos, Barcarena, Salvaterra, Santa Isabel e a capital paraense.

De sonoridade única, o longa dissemina a cultura musical paraense, tão complexa e por tantas vezes pouco conhecida.  "Sempre tive um sonho de fazer com que as pessoas se interessassem pela cultura da Amazônia, em especial cultura do Pará. Hoje, graças a Deus, os jornais são muito interessados pela cultura paraense mas quando comecei, em 2000, não eram", avalia Marco André, produtor e diretor musical do filme.

A produção já levou o prêmio de melhor fotografia do Festival South by Southwest, de Austin, no Texas. Além disso, já foi selecionado no Festival do Rio e encerra, na próxima semana, o Festival de Cinema Brasileiro de Paris, onde antecederá um debate sobre a música paraense. O roteiro é assinado por Daniel Castro e Bruno Murtinho com colaboração de Marco André. A direção de fotografia é Jacques Cheuiche, ABC. A produção executiva é de Leonardo Edde, a direção de produção é de Teo Mesquita e Moana Mendes. A finalização é de Lívia Borges e a distribuidora é a Pagu Pictures. 

Cinema
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!