'A Febre' conquista prêmio de Melhor Filme no Festival de Pingyao, na China

O filme brasileiro sobre um indígena que vive no centro urbano já tinha vencido Melhor Filme no Festival de Biarritz, na França

Redação Integrada

“A Febre” conquistou o prêmio de Melhor Filme no Festival de Pingyao, na China. A diretora Maya Da-Rin e a atriz Rosa Peixoto compareceram à premiação. O filme brasileiro estreou mundialmente no Festival de Locarno, onde venceu três prêmios: Pardo de Melhor Ator para Regis Myrupu, prêmio da crítica internacional FIPRESCI e o prêmio “Environment is Quality of Life”. No Festival de Biarritz, na França, também ganhou o prêmio de Melhor Filme. 

O filme narra à história de Justino (Regis Myrupu), um indígena de 45 anos, originário do povo Desana, que trabalha como vigilante em um porto de cargas e vive na periferia de Manaus. Com a morte da esposa, a filha Vanessa tornou-se a principal companhia dele, mas ela está de partida para estudar Medicina em Brasília.

Com o passar dos dias, Justino é tomado por uma febre forte. Durante a noite, uma criatura misteriosa segue os passos dele, e, durante o dia, ele luta para se manter acordado no trabalho. Porém, a rotina do porto é transformada com a chegada de um novo vigia. Nesse meio tempo, o irmão de Justino chega de visita para relembrá-lo da vida na aldeia, de onde partiu há mais de 20 anos. Entre a opressão da cidade e a distância de sua aldeia na floresta, Justino já não pode suportar uma existência sem lugar.

"A Febre" marca a estreia de Regis Myrupu no cinema. Ele é um verdadeiro indígena Desana, identificado como xamã na cultura do seu povo.

A produção é da Tamanduá Vermelho e Enquadramento Produções, em coprodução com Still Moving (França) e Komplizen Film (Alemanha). No Brasil o filme será distribuído pela Vitrine Filmes. A Still Moving é responsável pelas vendas internacionais.

Cinema
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA