Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

PRF divulga possível causa do acidente que matou cantor Aleksandro, dupla de Conrado

O acidente aconteceu na manhã deste sábado (07), na rodovia Régis Bittencourt, interior de São Paulo. Ainda não foi divulgado o laudo oficial da perícia

Rayanne Bulhões

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou, neste sábado (07), a possível causa do acidente que matou cantor Aleksandro, dupla de Conrado, na rodovia Régis Bittencourt, interior de São Paulo (SP). De acordo com a PRF, é possível que um pneu tenha furado na estrada, o motorista perdeu o controle e o ônibus tombou no km 402, na altura de Miracatu.

Além do cantor cantor Aleksandro, outras cinco pessoas morreram. O parceiro Conrado, junto com outras 11 pessoas, seguem hospitalizadas. Todos viajavam de Tijucas do Sul, no Paraná, para a cidade de São Pedro, em São Paulo. Hoje, a dupla tinha um show agendado.

As informações sobre o acidente foram comunicadas nas redes sociais da dupla.

VEJA MAIS

Acidente com ônibus de dupla sertaneja deixa pelo menos seis mortos
Cantores estavam no veículo; vítimas ainda não foram identificadas

Sertanejo Aleksandro, da dupla com Conrado, está entre mortos em acidente com ônibus
Outras cinco pessoas também morreram, mas nenhuma delas teve a identidade divulgada

Quem era Conrado e Aleksandro envolvidos no acidentem em São Paulo?

Conrado e Aleksandro cantaram juntos por 19 anos. Nesse período lançaram cinco álbuns e emplacaram sucessos como ‘Só Se For Gelada’, ‘Halls Preto’, ‘Certos Detalhes com participação de Luan Santana, além de Bão com Força, entre outro. Mês passado, a dupla sertaneja lançou a música, intitulada ‘Efeito Borboleta’.

Celebridades
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA