Alunos de oficina de percussão se apresentam em Icoaraci nesta sexta-feira (4)

O projeto 'Sementes do Samba' oferece oficinas musicais para a comunidade local

Painah Silva
fonte

Nesta sexta-feira (4), às 19h, acontece na Escola de Samba Unidos da Baixada, localizada em Icoaraci, Belém, uma apresentação da turma de percussão de bateria. O grupo, formado por alunos do projeto “Sementes do Samba”, reúne pessoas de todas as idades, incluindo crianças de 12 anos até pais de família com 40, como explica Murilo Pantoja, músico e mestre oficineiro de percussão.

VEJA MAIS

image Referência do carimbó: Mestre Damasceno será homenageado pela Paraíso do Tuiuti do Rio de Janeiro
O artista paraense se encontrou com representantes da escola de samba para acertar os detalhes da sua participação

image Iza deixa o posto de rainha de bateria da Imperatriz Leopoldinense; entenda o motivo
O anúncio foi compartilhado nas redes sociais da escola de samba carioca

image Escolas de samba de Belém usam enredos para fazer homenagens no Carnaval 2023; confira
Aquecimento para a festa de momo já pode ser sentido em Belém

Devido a pandemia, a oficina esteve com as programações suspensas durante dois anos e volta neste momento com o mesmo intuito de oferecer conhecimento cultural para as crianças, em grande parte. “O projeto Sementes do Samba tem como sua maior prioridade em tirar as crianças da rua e dar à elas um melhor conhecimento cultural possível à elas, e o que é mais importante é ver o sorriso no rosto de cada criança e ver que aquelas horas de aula de percussão estão fazendo bem pra elas e estão ajudando cada uma delas e terem um conhecimento musical”, explica o professor. 

Com um extenso trabalho na música, Murilo reúne diversas experiências no meio, tendo começado aos 12 anos em uma escola de samba. Paralelo a isso, o músico também já trabalhou com artistas conhecidos como Dominguinhos do Estácio, Mestre Verequete, Bruno Ribas, entre outros. 

Segundo ele, o amor pela música e carnaval o fizeram querer trabalhar com projetos sociais. “Ver a felicidade, a alegria no olhar de cada criança, adolescente ou até adultos como temos dentro do nosso projeto, tirar essas crianças, adolescentes, mães e pais da rua e dar um conhecimento musical para elas é o que mais me motiva”, diz Murilo. 

Além das habilidades práticas, os alunos da oficina puderam adquirir conhecimento histórico sobre o samba no Brasil, que surgiu no começo do século XX, através da influência africana. Na oficina, a escola de samba disponibilizou tudo de forma gratuita, além de ensinar como montar o instrumento utilizado.

O musicista fala com orgulho do trabalho social realizado na comunidade de Icoaraci, distrito de Belém. De acordo com ele, a iniciativa que faz há 18 anos faz o esforço valer a pena. "O que é mais importante é ver o sorriso no rosto de cada criança e ver que aquelas horas de aula de percussão estão fazendo bem para elas”, diz ele. 

O projeto “Sementes do Samba” foi um dos contemplados pelo prêmio “Preamar de Cultura e Arte” através da lei Aldir Blanc. São realizadas, durante um mês, oficinas musicais para a comunidade local. Ao final do período de aula, acontece a apresentação dos alunos que desenvolveram as habilidades musicais durante o período. 

Serviço

Apresentação da turma de percussão de bateria de escola de samba

Hora: 19h
Onde: Escola de Samba Unidos da Baixada (Rua Manoel Barata, 1692. – Icoaraci)
Entrada gratuita.

(*Estagiária Painah Silva, sob supervisão do Coordenador de Conteúdo de Cultura, Abílio Dantas)

Cultura
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA