Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Veja o último estado do Brasil em que o uso de máscara deixou de ser obrigatório nesta sexta

Em 12 estados, o uso é facultativo apenas em locais abertos e em outros 15, a proteção é opcional em ambientes fechados

Luciana Carvalho

Nesta sexta-feira (08), a Paraíba se tornou o último estado brasileiro a facultar o uso de máscaras em locais fechados, liberando apenas para os municípios onde mais de 70% da população já está imunizada com as duas doses da vacina contra a covid-19. As informações são da CNN Brasil.

Em um primeiro momento, a maioria dos estados passou a facultar o uso do equipamento de proteção em locais abertos no mês de março, começando pelo Rio de Janeiro e São Paulo, ainda na primeira semana, e terminando com o Pará, no último dia 28 do mês. Já em abril, Bahia, Amapá e Paraíba foram os últimos estados a flexibilizar a medida de proteção em locais abertos.

No momento, 12 estados autorizam a liberação apenas em locais abertos: Mato Grosso do Sul, Goiás, Acre, Rio Grande do Sul, Ceará, Tocantins, Piauí, Pernambuco, Bahia, Amapá, Minas Gerais e Pará.

VEJA MAIS

Prefeitura de Belém deve desobrigar uso de máscaras em locais públicos, recomenda Defensoria Pública
Atualmente, Belém é a única capital brasileira a exigir a utilização obrigatória de máscaras em ambientes abertos

Anapu anuncia fim da obrigatoriedade no uso de máscaras em ambientes fechados
Decreto municipal foi publicado nesta quarta-feira (6)

Santarém desobriga uso de máscara em ambientes fechados
A medida foi divulgada nesta terça-feira (5)

A flexibilização inclui lugares abertos e fechados em outros 14 estados: Rio de Janeiro, Santa Catarina, Mato Grosso, Rondônia, Alagoas, Maranhão, São Paulo, Amazonas, Sergipe, Paraná, Roraima, Rio Grande do Norte, Espírito Santo e Paraíba, e no Distrito Federal.

O tempo médio de liberação entre o decreto que facultava o uso em locais abertos e depois em locais fechados foi de 15 a 30 dias. Alguns municípios e capitais desobrigaram o uso ainda antes do decreto estadual.

Atualmente, todas as capitais, com exceção de Belém, facultaram a medida em locais abertos ou em locais fechados, sendo que 20 capitais dispensam em qualquer ambiente e seis apenas em locais abertos.

Exceções

Apesar da não obrigatoriedade em ambientes fechados, há estados que ainda solicitam o uso em locais específicos, como transporte público e ambiente hospitalar, além de recomendar a continuidade da medida de proteção para pessoas imunossuprimidas, além daqueles que apresentarem sintomas respiratórios.

(Luciana Carvalho, estagiária, sob supervisão de Keila Ferreira, Coordenadora do Núcleo de Política.)

 

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL