Primeiro-cavalheiro? Entenda o termo atribuído ao namorado do governador Eduardo Leite

Apesar de o substantivo não constar do "Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (Volp)", a denominação não está errada

Luciana Carvalho

O termo "primeiro-cavalheiro" começou a ganhar grande destaque nas redes depois que o governador Eduardo Leite (PSDB) foi reeleito no Rio Grande do Sul no último dia (30). Após a vitória do político nas urnas, os internautas começaram a atribuir o termo ao médico capixaba Thalis Bolzan, de 30 anos, namorado do governador do estado gaúcho. As informações são do G1 Nacional.  

VEJA MAIS

Eduardo Leite é reeleito e internautas chamam seu namorado de "primeiro-cavalheiro"
Em um relacionamento assumido desde 2021 com Thalis Bolzan, Leite foi o primeiro governador reeleito da história do Rio Grande do Sul, após a vitória sobre o ex-ministro Onyx Lorenzoni (PL)

Eduardo Leite, do PSDB, é reeleito governador do Rio Grande do Sul no segundo turno
Governador gaúcho confirma vitória também no segundo turno e terá mais quatro anos de mandato

Governador faz post com namorado nas redes sociais: 'um 2022 de muito amor'
O namoro à distância é mantido há dois anos e o casal nunca havia postado foto juntos

“Primeiro-cavalheiro de RS, parabéns”, disse um seguidor de Bolzan no Instagram.

O professor de língua portuguesaSérgio Nogueira, explica que apesar de o substantivo não constar do "Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (Volp)", a denominação não está errada e pode, no futuro, acabar sendo incluída na lista. Organizado pela Academia Brasileira de Letras (ABL), o "Volp" faz o registro oficial de palavras do idioma.

"Se o masculino de 'dama' é cavalheiro, 'primeiro-cavalheiro' pode existir no 'Volp' um dia. O dicionário só registra depois que a palavra é usada oficialmente. É uma questão de opção usar ou não usar. Essa palavra ainda não tem registro, mas pode vir a ter. A gente precisa saber se a população vai adotar", detalha o professor.

ENTREVISTA EXCLUSIVA: Eduardo Leite defende 'melhor via' e fim do radicalismo no país
Governador do Rio Grande do Sul disputa a indicação de seu nome para concorrer à Presidência no próximo ano pelo PSDB

Eduardo Leite revela ataques ao namorado, mas dispensa ativismo: 'nem todo gay precisa ser ativista'
O governador está comemorando um ano de namoro com o médico Thalis Bolzan

Nogueira lembra ainda que o Brasil já teve outros casos em que, após a eleição de mulheres para determinados cargos, o posto de primeiro-cavalheiro foi ocupado pelos respectivos companheiros. “No Brasil, ainda não tivemos uma denominação formal para este cargo. Nós já conhecemos a nomenclatura 'príncipe consorte'. Isso foi usado na Inglaterra para o marido da Rainha Elizabeth II, por exemplo. Aqui no Brasil, já tivemos alguns casos de governadoras mulheres, mas não lembro se a denominação foi usada", continua Nogueira.

Na apresentação da versão mais recente do "Volp", o texto diz: "A última flor do Lácio conta, a cada edição, com um retrato novo e antigo, ao mesmo tempo, entre continuidade e pequenas rupturas. A língua viva e a interminável floração".

(Luciana Carvalho, estagiária da Redação sob supervisão de Keila Ferreira, Coordenadora do Núcleo de Política).

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL