PM que matou mulher e amante dela se entrega por medo de vingança

Policial matou a esposa na frente do próprio pai da vítima

Com informações do jornal O Dia

O policial militar ambiental acusado de matar a mulher e o amante dela se entregou à polícia na terça-feira (8) por ter medo de que a família cometa alguma vingança contra ele. Segundo informações de O Dia, o crime aconteceu em Paranaíba, a 422 quilômetros de Campo Grande (MS).

De acordo com a defesa do homem de 37 anos, identificado como Lúcio Roberto Queiroz, ele se escondeu em uma propriedade rural e recebeu informações de que poderia ser morto. A Justiça havia decretado na segunda-feira (7) a prisão temporária do PM foragido.

Crime - O agente assassinou a mulher e o corretor de imóveis do casal, Fernando Enrique Freitas, 31, ao descobrir, por meio de prints de conversas, um suposto relacionamento entre os dois, no sábado (4). Lúcio foi armado à casa do amante da mulher e o assassinou. Depois, foi de carro até a casa da família e a matou na frente do próprio pai.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!