Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Ministério interdita fábrica de petiscos após morte de nove cachorros

A marca Bassar negou que usava a substância etilenoglicol na composição dos alimentos vendidos

O Liberal

A empresa  Bassar - envolvida no caso de petiscos envenenados que mataram ao menos nove cachorros em Minas e São Paulo - teve a fábrica interditada pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), na tarde desta sexta-feira (2).

VEJA MAIS

Nove cachorros morrem após comer petiscos envenenados; saiba quais são os tipos e fique alerta
Casos foram registrados nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Goiás. Ainda há seis animais com suspeita de intoxicação pelos petiscos.

Dia Mundial do Cachorro: família relata adoção de cão que foi jogado em canal de Belém
Batizado com o nome de "Canal", o animal virou o xodó de uma família de veterinários da capital paraense

Dia de missa: cachorro caramelo rouba pão durante celebração católica
O animal aproveitou um momento de distração do padre para levar

O Mapa também solicitou o recolhimento nacional de todos os lotes de produtos da Bassar. As amostras foram encaminhadas aos Laboratórios de Defesa Agropecuária para análises.

Até o momento, foram identificados traços de contaminação nos petiscos Every Day sabor fígado (lote 3554) e Dental Care (lote 3467).

A intoxicação dos animais estaria relacionada à substância etilenoglicol - componente usado em produtos para regular a temperatura de motor de carro e oferece grave risco à saúde em caso de consumo.

O exame de necropsia dos cachorros apontou lesões renais graves relacionadas a alterações clínicas e metabólicas como causa da morte. Mas, não se sabe ainda se os animais morreram pelo mesmo motivo.  

Empresa nega

Em nota, a empresa Bassar afirmou que nunca utilizou a substância etilenoglicol. “(...) Utilizamos apenas propilenoglicol, um aditivo alimentar presente em alimentos para humanos e animais em todo o mundo”, disse a marca.  

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL