Sesma intensifica campanha de vacinação contra o sarampo fora de espaços de vacinação

Serviço é levado para outros locais: podem se vacinar pessoas de seis meses até 49 anos de idade

Cleide Magalhães

Ainda em busca de atingir a meta de vacinação de, no mínimo, 95% da população residente nos municípios estipulada pelo Ministério da Saúde, a Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), intensifica a campanha de vacinação contra o sarampo de forma indiscriminada às pessoas de 20 a 49 anos, independente da situação vacinal anterior. A partir desta segunda (10) até sexta-feira (14), no horário das 9h às 12h, cinco postos alternativos estão disponíveis na cidade. Três deles em formato drive-thru e dois postos fixos nos supermercados Mais Barato de São Brás e Tapanã. 

Segundo a Sesma, neste momento, o foco são pessoas de 20 a 49 anos, uma vez que, até o momento, apenas 16,3% já foram vacinadas. Além delas, a ação atende crianças, de seis meses a quatro anos de idade, das quais apenas 47,8% da população foi atingida. E também pessoas de cinco a 19 anos, embora a meta deste público já alcançou 103,9% - cerca de 9% acima dos 95%.

Em 2020, Belém já notificou 2.569 casos, com 1.259 casos confirmados de sarampo e duas mortes, ocorridas com crianças com menos de cinco anos de idade, que não tinham comprovação vacinal contra a doença. O maior índice de casos é no bairro do Tapanã, que aponta 189 pessoas com a doença. Nos últimos 15 dias, houve confirmação de apenas seis novos casos entre os munícipes, porém, o surto só se dará por encerrado após três meses sem notificações da doença, junto com a continuidade da cobertura vacinal na população local. 

Belém ainda corre atrás da meta de vacinação


Eula Neves, enfermeira do Departamento de Vigilância em Saúde (Devs) da Sesma, explica que a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo ocorre desde março. Todavia, como Belém ainda não conseguiu atingir a meta de vacinação, a intensificação se prolonga até alcançar o objetivo. 

"Precisamos atingir os 95% da população belenense, porque a vacinação é a medida mais eficaz para interromper a cadeia de transmissão da doença. Então, vamos sempre prorrogar para chegar ao percentual em todos os públicos da vacinação. Por isso estamos com a campanha indiscriminada, para que haja esse aumento em todas as faixas etárias, principalmente às pessoas de seis meses a quatro anos de idade e de  20 a 49 anos. Para este público é apenas uma dose, pois pode ser a fonte de disseminação do sarampo, já que esse público circula em vários locais, tem intensa mobilidade, então precisa se vacinar", esclarece a enfermeira. 

A vacina é a tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) e está disponível o ano todo nas Salas de Saúde para esses públicos, pois é uma vacina de rotina. "Qualquer pessoa, de seis meses a 49 anos de idade, pode procurar qualquer Unidade de Saúde que será vacinada. Nossa ação é uma estratégia que vai além da vacinação de rotina e envolve espaços que não são somente as Unidades de Saúde". 

A Sesma reforça a importância de seguir as recomendações da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/MS) em ambientes públicos, como forma de evitar a propagação das doenças respiratórias, cumprindo as normas de higiene.

Campanha de imunização segue na capital (Akira Onuma / O Liberal)

Doença, sintomas e transmissão


O sarampo é uma doença infecciosa aguda, viral, transmissível, extremamente contagiosa. Pois uma pessoa infectada pode transmitir para até outras 18 pessoas que não estejam imunes.

Os sinais e sintomas iniciais do sarampo são febre, tosse persistente, irritação ocular e coriza. Em seguida, há o aparecimento de manchas avermelhadas no rosto, que progridem em direção aos pés. Também pode causar infecção nos ouvidos, pneumonia, convulsões, lesão cerebral e morte.

A transmissão ocorre diretamente de pessoa a pessoa, geralmente por tosse, espirros, fala ou respiração.

A infecção também ocorre por meio de gotículas de secreções respiratórias (tosse, espirro etc.) com partículas virais no ar, que podem perdurar por tempo relativamente longo no ambiente, especialmente em locais fechados como escolas e clínicas. A suscetibilidade ao vírus do sarampo é geral e a única forma de prevenção é a vacinação.

Veja onde se vacinar

A partir desta segunda (10) até sexta-feira (14), cinco postos alternativos estão disponíveis, em Belém, para vacinação de pessoas de seis meses a 49 anos contra o sarampo: 

- Aldeia Amazônica (Pedro Miranda, na Pedreira) - Drive-thru;
- Centro Universitário Fibra (Gentil Bittencourt, 1144 , Nazaré) - Drive-thru;
- Centro Universitário Metropolitano da Amazônia, Unifamaz (Visconde de Souza Franco, 72, no Reduto) - Drive-thru;
- Supermercado Mais Barato (José Malcher, 2388, São Brás) – Posto fixo;
- Supermercado Mais Barato (Estrada do Tapanã, 597, Tapanã) – Posto fixo. 

Sesma divulgou novos espaços de vacinação (Akira Onuma / O Liberal)
Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BELÉM