Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Prefeito de Belém diz que outras categorias de trabalhadores serão vacinadas contra a covid-19

Professores e servidores da educação, trabalhadores da limpeza e rodoviários devem entrar no foco do novo esforço da imunização na capital

Redação integrada de O Liberal

O Prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, disse na manhã desta sexta-feira (7) que ampliará a aplicação de doses contra a covid-19 a outros grupos de trabalhadores da capital, incluindo professores e outros servidores da educação, trabalhadores de serviços de limpeza e rodoviários. Segundo diz o prefeito, a medida foi aprovada pelo Conselho Municipal de Saúde.

 

 

"Com a chegada de mais doses da vacina, poderemos avançar em novos grupos: trabalhadores da educação, trabalhadores da limpeza urbana, pessoas com deficiência e trabalhadores de transporte, conforme foi aprovado pelo Conselho Municipal de Saúde", disse Edmilson Rodrigues em postagens em suas redes sociais. 

LEIA MAIS:
-
 Filas e aglomeração marcam vacinação de pessoas com comorbidades em Marituba
- Belém vacina pessoas com comorbidades que nasceram em 1966, 1967 e 1968 contra covid-19

 

Datas ainda não foram confirmadas


Segundo informou nesta quinta (7) a Prefeitura Municipal de Belém, o Conselho Municipal de Saúde aprovou as atualizações pedidas pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) para o Plano Municipal de Vacinação de Belém.

A atualização para a fase 3 da campanha “Belém Vacinada” insere na esfera municipal de vacinação trabalhadores da educação, trabalhadores da limpeza urbana e pessoas com deficiência, além de trabalhadores portuários, aeroportuários e do transporte urbano da capital. A Sesma, porém, ainda não tem data definida para a vacinação. A nova agenda "dependerá da chegada de novas doses de vacinas", diz a Prefeitura de Belém.

"O Plano de Vacinação de Belém, hoje, é seguramente um dos mais avançados do país. Colocamos nesta lista das prioridades os trabalhadores da limpeza pública, por exemplo, que não estão em plano nenhum, nem no federal. A ideia é irmos avançando nesta terceira etapa, a partir da chegada de novas doses de vacina. Mas ter esses grupos definidos é um passo importante para o planejamento da campanha de vacinação em Belém", avaliou o diretor de Vigilância à Saúde da Sesma, Cláudio Salgado.

Educação superior também será prioridade


Além dos trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbanos, e dos trabalhadores portuários e aeroportuários, esta terceira fase do plano plano municipal de imunização também contemplará os profissionais da educação básica e também da educação superior na capital. A PMB avalia esse passo como crucial para a retomada das aulas presenciais. 

O secretário de Saúde, Maurício Bezerra, destaca a importância de fazer as adequações necessárias para a inclusão destes grupos na prioridade da vacinação. “Essas categorias ficam mais expostas e, portanto, mais suscetíveis à contaminação pelo novo coronavírus. Incluí-los na atual fase da vacinação, sem dúvida, é um avanço”, pondera o secretário.

Pessoas com deficiência, que já tinham sido trazidas para a fase 3 do plano de vacinação de Belém, com o início da vacinação das pessoas com Síndrome de Down, vacinadas na semana passada, agora, foram oficialmente incluídos na fase três da estratégia de imunização.

A redação integrada de O Liberal segue acompanhando junto à Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) o detalhamento da decisão e a agenda da imunização contra a covid-19 para esses novos grupos prioritários. Acompanhe (com informações da Agência Belém).  

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM