Neto do colunista Adenirson Lage falece aos 25 anos nesta quinta (8)

Adê Lage sofreu um infarte fulminante e deixa uma história de superação. Velório transcorrre na capela do Recanto da Saudade. Corpo será cremado.

O Liberal
fonte

Exatamente três meses após a partida do colunista social e cerimonialista Adenirson Lage, que atuou em O Liberal e no Jornal Amazônia e morreu no dia 8 de setembro por falência múltipla dos órgãos/complicações cardíacas, o primeiro neto dele faleceu aos 25 anos de idade. O jovem Adenirson Lage Neto, conhecido como Adê, como era carinhosamente chamado por familiares e amigos, sofreu um infarto fulminante por volta das 5h30 desta quinta-feira (8). Ele estava internado há 31 dias em uma UTI, tratando uma insuficiência renal.

O velório do corpo de Adenirson Lage Neto transcorre na capela do Recanto da Saudade, na rua Domingos Marreiros, 1536. A saída para o crematório Parque das Palmeiras, na rodovia BR-316, ocorrerá às 9 horas desta sexta-feira (9).

VEJA MAIS

image Assembleia Legislativa do Estado lamenta a morte do jornalista Adenirson Lage
O jornalista fez um brilhante trabalho no cerimonial do Poder Legislativo desde 1995

image Adenirson Lage deixa grande legado no jornalismo social paraense
O jornalista estava internado há quase um mês por complicações cardíacas e não resistiu nesta quarta-feira (07)

image Colunista social Adenirson Lage morre aos 77 anos em Belém
O jornalista estava internado há quase um mês por complicações cardíacas e não resistiu ao quadro na noite da última quarta-feira (07)

"Meu filho tinha como lema 'desistir jamais', e, então, nada o parava; ele conseguiu fazer o que queria, formou-se em três cursos, fez especializações e foi aprovado em concurso para papiloscopista, foi o primeiro papiloscopista da Polícia Civil em de rodas do Brasil", destacou Luciana Lage, mãe de Adê Lage e filha de Adenirson Lage.

A admiração de Luciana pelo filho não é à toa. Aos 4 anos de idade, Adê passou por uma cirurgia cardíaca (tinha estreitamento da aorta), e, desde então, passou a usar cadeira de rodas. No entanto, essa mudança na vida nunca se configurou em um obstáculo para que ele seguisse em frente. Formou-se em Direito, Farmácia e Biomedicina e nunca deixou de estudar. "Ele era muito estudioso, deixa o exemplo de gostar de viver, de aprender", destacou o tio de Adê, o coordenador do curso de Letras do Centro Universitário Fibra, professor Gabriel Lage.

SERVIÇO:

Velório de Adenirson Lage Neto

Até as 9h desta sexta (9), na Capela do Recanto da Saudade, na rua Domingos Marreiros, 1536. Em seguida, ocorrerá a saída para o crematório Parque das Palmeiras, na BR-316.

Belém
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM