Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Marcha Contra as Drogas em Belém faz alerta para prevenção

Há dois anos, devido à pandemia de covid-19, a marcha não era realizada. Trajeto foi do Theatro da Paz até a Basílica Santuário de Nazaré

Saul Anjos

Após dois anos sem ser realizada, a Marcha Contras as Drogas retornou às ruas de Belém na manhã deste sábado (25). Cerca de dois mil participantes, incluindo escolas, instituições de saúde e pessoas ligadas ao Conselho Estadual Sobre Drogas do (Coned), se concentraram na avenida Presidente Vargas, em frente ao Theatro da Paz, no bairro da Campina. A caminhada iniciou às 9h e percorreu até a Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré. Neste ano, o tema da marcha foi “A prevenção é o melhor caminho”. A ação teve apoio da Assembleia Legislativa do Estado do Pará.

A programação faz parte da Semana Paraense de Prevenção e Combate ao Uso de Drogas, lei estadual nº 6.117 de 1998, organizada pelos poderes legislativo, executivo, judiciário e as 22 instituições que compõe o Coned. 

Para o presidente do Conselho, Edwin Júnior, disse que, acima de tudo, a caminhada tem o intuito de informar as pessoas sobre o cenário das drogas nos país, especialmente entre os jovens. 

“Pretendemos fazer com que a sociedade tenha consciência que existe um ambiente preocupante com relação a drogas lícitas e ilícitas. Agora nós temos os cigarros eletrônicos, que acaba sendo uma febre entre a juventude. Estamos aqui justamente para organizar a rede de atenção psicossocial e fazer com que os jovens saibam que as drogas trazem problemas à saúde”, contou Edwin antes de começar a marcha. 

Ele ainda acrescentou outras caminhadas de prevenção contras as drogas serão realizadas em outros municípios paraenses ainda em 2022. “Nós temos interiorização das atividades de prevenção e combate ao uso de drogas. É importante que nós venhamos descentralizar todo esse trabalho que é desenvolvido aqui na região metropolitana nas mesorregiões do estado. No segundo semestre desse ano, vamos desenvolver as marchas em Santarém, em Marabá, em Altamira, em Tucuruí, Bragança, Salinópolis e Paragominas”, comentou. 

Sem usar drogas há dois meses, Josimar Gomes, 33 anos, afirma que caminhadas como essa são importantes para se manter firme na luta contra os entorpecentes. A última vez que participou da caminhada foi em 2019.“Me incentiva a não usar mais e serve para dar apoio a outras pessoas. Comecei a usar com 15 anos de idade e maiorias dos usuários não tem apoio da família”, comentou o ex-usuário. 

A marcha foi acompanhada por agentes da Guarda Municipal de Belém (GMB), Polícia Militar (PM) e Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob). O trânsito seguiu por boa parte do percurso e foi paralisado rapidamente apenas na Presidente Vargas, com a rua Gama Abreu, de esquina com o Edifício Manoel Pinto da Silva, no bairro de Nazaré. 

 

Dados sobre drogas no ano passado

 

Cerca de 275 milhões de pessoas usaram drogas no mundo inteiro nos últimos anos, de acordo com o Relatório Mundial sobre Drogas das Nações Unidas, divulgado em 2021.

 

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM