Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Barcarena desobriga o uso de máscara em locais abertos

O uso segue obrigatório em ambientes fechados

Camila Guimarães

Com a divulgação do decreto municipal, publicado na última terça-feira (5), no Diário Oficial do Município, Barcarena desobrigou o uso de máscaras em espaços abertos no município, no entanto, em locais fechados, o dispositivo segue de uso obrigatório, como medida protetiva contra a contaminação pelo novo coronavírus.

A prefeitura de Barcarena informou, em nota, que a decisão considerou o crescimento da cobertura vacinal no município e arredores, e, ainda, o baixo índice de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus.

"A prefeitura de Barcarena facultou o uso de máscara de proteção facial em ambientes abertos e manteve a obrigatoriedade de uso da peça em ambientes fechados", diz um trecho da nota da prefeitura.

Treze municípios flexibilizam o uso de máscara

Barcarena é o 13º município no Pará a dispensar a obrigatoriedade da utilização da máscara protetiva, desde que o governo estadual tornou menos rígidos os protocolos sanitários, com a publicação do decreto estadual, de nº 2.265/2022, em 29 de março passado.

O decreto trouxe novas orientações para o uso de máscara no território paraense, permitindo que a utilização da peça passasse a ser facultada em ambientes abertos. Antes de Barcarena, já haviam adotado esta flexibilização os municípios de Ananindeua; Benevides; Castanhal; Marabá; Marituba; Óbidos; Redenção; Santa Bárbara do Pará; Santarém; Tucuruí (a partir do dia 1º de abril); Marabá (a partir desta segunda-feira, 4 de abril) e Santa Izabel do Pará.

VEJA MAIS

Fim da máscara contra covid-19? Saiba onde está liberado o uso em espaços abertos no Pará
Após posicionamento de flexibilização do Governo do Estado, quase toda a Região Metropolitana de Belém desobrigou o uso em espaços abertos, com exceção da capital

Marabá e Santarém não exigem mais a máscara em qualquer ambiente

O município de Marabá, no sudeste do estado, deu um passo à frente dos demais, e foi o primeiro, no Pará, a pôr um ponto final no uso da máscara, como medida preventiva contra o coronavírus, na última segunda-feira (4).

Na terça-feira (5), foi a vez do município de Santarém, no oeste paraense, dispensar a peça em qualquer ambiente, aberto ou fechado.

Tanto em Marabá quanto em Santarém, as liberações foram expressas em decretos municipais e tomadas, segundo as gestões municipais, com base na avaliação do cenário epidemiológico, que aponta queda do número de casos confirmados de covid-19, também, do número de mortes e, ainda, a diminuição da taxa de ocupação de leitos públicos de UTIs e de enfermarias,

O texto do decreto marabaense cita como referência o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, do município; enquanto em Santarém, a prefeitura divulgou que a decisão tomou como base a atualização dos dados epidemiológicos e a cobertura vacinal de 97,9% e 77,1% com a 1ª dose e 2ª dose da vacina contra a covid-19, respectivamente.

De acordo com o decreto santareno, a apresentação do passaporte da vacina segue sendo exigida para acesso a estabelecimentos como bares e restaurantes.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM