Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Após quase dois anos fechado, Parque Zoobotânico do Museu Goeldi reabre com restrições

As visitas ocorrerão de maneira agendada pelos canais de comunicação do Parque; confira

O Liberal

Após 1 ano e 9 meses fechado, o Parque Zoobotânico do Museu Paraense Emílio Goeldi reabrirá para o público, mas com esquema de restrições.

As visitas, que começarão a partir do dia 14 de dezembro, podem ser agendadas a partir do dia 6 de dezembro pelo e-mail da instituição ou pelo Whatsapp VisitaMuseu (91) 99235-7842.

Conforme a divulgação, a compra de ingresso em dinheiro se mantém na bilheteria do Parque, com entrada pela portaria da avenida Magalhães Barata, seguindo a confirmação do agendamento.

As agências de turismo interessadas em incluir o Museu Goeldi em seu roteiro, devem seguir o mesmo procedimento e realizar o agendamento prévio pelos canais indicados. O Goeldi informou também que haverá três dias na semana disponíveis para a visitação pública: terça, quarta e quinta-feira, de 9h às 15h. A bilheteria do Parque fechará às 14h, ou seja, desse horário em diante não haverá mais entrada de visitantes, mas apenas a saída dos que já estiverem no local.

O limite de agendamentos por dia será de até 150 pessoas. Já o agendamento de escolas e centros comunitários ainda está suspenso, com previsão de retorno para fevereiro de 2022, por meio do Núcleo de Visitas Orientadas (Nuvop) do Museu Goeldi.

A reabertura após o fechamento desde março de 2020, por conta da pandemia de Covid-19, "é um reencontro aguardado entre o público e um espaço tão querido, e servirá como período de readaptação tanto para os visitantes quanto para a equipe técnica e moradores do Parque", informou o Museu.

A continuidade da visitação pública está sujeita a alterações, com a ampliação ou suspensão de dias e horários, a depender da evolução das estatísticas de contaminação e óbitos da Covid-19 no Pará, e da adesão do público nos cuidados sanitários e orientações para visitação, já que a pandemia ainda persiste.

RECOMENDAÇÕES PARA VISITAS

De acordo com o Museu Goeldi, todas as áreas abertas de acesso ao público, como ambientes e trilhas, estarão disponíveis. Mas os prédios expositivos, não. Edificações como o Pavilhão Expositivo da Rocinha (que aguarda recursos para a reforma), o Aquário Jacques Huber (cujo espaço interno é pequeno) e o Centro Eduardo Galvão (que será inaugurado em 2022) permanecem fechados.

O Goeldi recomenda aos visitantes que mantenham a distância mínima de 1,5 metro de outros grupos que estejam em visita simultânea, evitando aglomerações. Essa recomendação vale também na hora da compra de ingresso na bilheteria.

O uso de máscara no Parque Zoobotânico será obrigatório durante toda a visita e o descarte das mesmas não poderá ser feito dentro do Parque, já que além do risco de contaminação, seus elásticos podem ser ingeridos pela fauna livre que circula no espaço.

O Museu recomenda que o público leve sacolas para dispor de máscaras usadas e leve também esse lixo consigo para descarte fora do Parque. Haverá álcool em gel em vários pontos e banheiros públicos abertos em dois pontos do Parque.

A instituição destaca também que "a vacinação é imprescindível para evitar a circulação da Covid-19 e a evolução de casos graves da doença",diz o texto de divulgação sobre a reabetura do Parque.

SERVIÇO

Reabertura do Parque Zoobotânico do Museu Goeldi - a partir de 14 de dezembro, para visitas agendadas

Dias de visitação: terças, quartas e quintas-feiras, de 9h às 15h.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM