Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

STF avalia nesta quarta a proposta de reajuste salarial para Ministros e servidores do judiciário

Se aprovado pelo STF e pelo Congresso Nacional, o salário dos Ministros poderá subir de R$ 39.293,32 para R$ 46.365,74

Luciana Carvalho

Nesta quarta-feira (10), o Supremo Tribunal Federal (STF) decidirá sobre uma proposta de reajuste salarial de 18% para os ministros da Corte e os servidores do Judiciário. Caso a ideia seja aprovada pelos ministros e, depois, pelo Congresso Nacional, o salário dos onze integrantes do Supremo Tribunal Federal poderá subir de R$ 39.293,32 para R$ 46.365,74. As informações são do Estadão.

Como os salários dos juízes de todo o país estão vinculados ao dos rendimentos dos ministros do STF, uma elevação dos ganhos dos onze integrantes da Suprema Corte reflete em toda a magistratura, no chamado “efeito cascata”.

VEJA MAIS

STF analisa mudanças na Lei de Improbidade que visa beneficiar políticos
As alterações beneficiam diretamente políticos que querem concorrer às eleições mas que estão impedidos pela Lei da Ficha Limpa

STF reúne estados e União nesta terça-feira para discutir regras do ICMS sobre combustíveis
Comissão especial criada pelo Supremo tenta pacificar as leis recentemente aprovadas pelo Congresso, que também mexem com o ICMS sobre energia elétrica, comunicações e transporte coletivo

Presidente do STF abre Fórum que marca os 75 anos do TCE-PA, em Belém
A participação presencial e pela plataforma Zoom, com emissão de certificado, são restritas a convidados

A última vez que os salários dos ministros do Supremo foram reajustados foi em 2018, em 16,3%. Na época, um estudo da Consultoria Legislativa do Senado Federal estimou em pouco mais de R$ 4 bilhões o impacto nas folhas de pagamento dos juízes em todo o país. Estados e municípios também acabam tendo aumento de despesas.

Pela proposta, o orçamento total do STF subiria dos atuais R$ 767 milhões para R$ 850 milhões em 2023, num reajuste de 10,9%, equivalente à inflação do período. O aumento cobriria inclusive o possível reajuste salarial a ser dado aos juízes, ministros e servidores. As propostas de reajuste salarial foram formuladas por associações de servidores do Judiciário e de magistrados.

Pela proposta, o aumento seria feito de forma progressiva, dividida em quatro vezes. O primeiro aumento seria em abril de 2023, e o último, em julho de 2024. Os magistrados alegam que estão sem reajuste desde 2018, enquanto os servidores do Judiciário não tiveram reajustes desde 2016.

A proposta será discutida em sessão administrativa do STF convocada pelo presidente da Corte, o ministro Luiz Fux, com início previsto para as 8h desta quarta (10).

(Luciana Carvalho, estagiária da Redação sob supervisão de Keila Ferreira, Coordenadora do Núcleo de Política).

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA